Olha isso...

Olha isso...

Adebayor reclama de ex-companheiro de Arsenal: 'Eu perguntava 'como vai você?' e ele se lesionava por 2 meses'

Olha Isso
Alex Livesey/Getty Images
Adebayor e Rosicky comemoram gol nos tempos de Arsenal, em 2007
Adebayor e Rosicky comemoram gol nos tempos de Arsenal, em 2007

Sempre polêmico, o atacante Emmanuel Adebayor, atualmente no Istambul Basaksehir-TUR, concedeu uma bombástica entrevista à revista francesa So Foot e reclamou muito de seus ex-companheiros de Arsenal, equipe que o togolês defendeu entre 2005 e 2009. 

O principal alvo das "cornetadas" do centroavante foi o meia Tomás Rosicky, que jogou por 10 anos pelos Gunners, entre 2006 e 2016, até deixar o clube londrino para atuar no Sparta Praga-RTC, mesma equipe que o revalou.

Adebayor lembrou as frequentes lesões do armador e "escorreu veneno" ao falar do ex-colega.

"Eu era o jogador mais forte da nossa equipe (no Arsenal), apesar de na época pesar só 73 quilos. O Chelsea tinha Essien e Ballack. Nós tínhamos Rosicky...", disparou.

"Se eu perguntava a ele 'como você está', ele se lesionada por dois meses e meio", bradou. 

Em 2007, Bale, de falta, abriu o placar o Tottenham, mas golaços de Adebayor e Fábregas viraram

O africano ainda detonou o técnico Arsene Wenger por seguir apostando em jovens promessas ao invés de jogadores consagrados. 

Segundo o matador, o Arsenal sempre esteve em desvantagem na Premier League por causa dessa estratégia do veterano treinador francês. 

Com dois de Henry e outros de Adebayor e Fábregas, Arsenal atropelou Fulham em 2006

"Em jogos pequenos, o talento (dos jovens) pode fazer a diferença, mas você não consegue ganhar do Manchester United em Old Trafford com um time de garotos", decretou o atleta, autor de 15 gols em 32 partidas com a camisa do Istambul Basaksehir.