Gustavo Hofman

Gustavo Hofman

Saiba como estão os 12 estádios da Copa do Mundo de 2018 a um ano do evento

Gustavo Hofman
A Copa vem aí! Gustavo Hofman fala sobre as curiosidades do idioma russo

Prontos, atrasados, adiantados, com escândalos, com problemas... Não há um padrão para os 12 estádios da Copa do Mundo de 2018 a um ano do grande evento. No próximo sábado começa a Copa das Confederações, e quatro já serão testados.

Em 30 de janeiro, publiquei matéria sobre a preparação russa faltando 500 dias - com mais dados estatísticos de cada uma das sedes. O tempo passou e o o atual panorama de cada uma das 11 cidades que receberão os jogos do Mundial está mais abaixo, com comentários do jornalista Grigory Telingater, do site Championat.com e correspondente da ESPN na Rússia.

"Acho que teremos menos problemas com estádios na comparação com o Brasil. Bem ao estilo russo: gastar mais do que o necessário. A mesma coisa aconteceu nas Olimpíadas de Inverno em Sochi 2014. Todos querem um Mundial bom, inclusive o presidente do país, Vladimir Putin, que pensa na imagem e no prestígio mundial dele com uma boa competição", afirma Telingater, que trabalhou na cobertura da Copa no Brasil.

Em 14 de junho de 2018, a seleção russa entrará em campo no estádio Luzhniki, na capital, contra adversário ainda a ser definido.

Passeio pela Rússia! Hofman mostra em detalhes os estádios da Copa; hoje teve até incêndio em um deles

MOSCOU
Luzhniki e Otkrytiye Arena: prontos

"Estão prontos, podem receber o Mundial amanhã. Tudo está feito, tranquilo".

SÃO PETERSBURGO

Krestovsky: pronto

"Só a Copa dos Confederações vai demonstrar realmente, porque o estádio está pronto, o Zenit já disputou duas partidas lá, mas existem problemas em quase tudo: quase 10 anos de construção; Mortes de trabalhadores; Duas greves; Fogo durante a construção; Inundação; Telhado quebrado pelo vento; Fraude; Investigações e denúncias; Dinheiro desviado de escolas e hospitais; Campo superaquecido; Mudanças dos setores VIP e possíveis outras futuras".

KAZAN

Kazan Arena: pronto

"O estádio está pronto, praticamente, desde a Universíada de 2013".

SOCHI

Estádio Olímpico Fisht: pronto

"Pronto, mas tem problemas nos lugares temporários atrás do gol. A Fifa pediu melhorias. Eu já fiquei lá e é bastante perigoso. Se você deixar cair o celular entre as pernas, nunca mais vai achá-lo porque há muito espaço entre os degraus".

Sovsport
Arquibancadas temporários no estádio Olímpico de Sochi
Arquibancadas temporários no estádio Olímpico de Sochi

ROSTOV-ON-DON

Rostov Arena: deve ser entregue neste ano

"No ano passado o Comitê Organizador afirmou que a construção estava mais rápida que o planejado; Em 7 de junho deste ano anunciaram que 80% das obras estavam prontas".

KALININGRADO

Estádio Kaliningrado: será entregue somente em 2018

"Em 2015 e 2016 já esperávamos muitos problemas aqui, porque é um lugar muito difícil, em uma ilha, quase na água e com o rio dos dois lados. No início foi dito que estaria pronto em novembro de 2017, mas agora anunciaram que isso vai acontecer só no ano que vem. Ninguém chama isso de atraso lá..."

NIZHNY NOVGOROD

Estádio Nizhny Novgorod: previsão de entrega para dezembro

"Tudo tranquilo. Preparam o campo atualmente".

VOLVOGRADO

Arena Volvogrado: previsão de entrega para novembro

"Situação um pouco pior aqui. Trabalham para fazer o telhado ainda"

Atualização, 14/jun, 12h: na manhã desta quarta-feira, houve um incêndio de grandes proporções em uma área onde estão localizados alguns aquecedores e um depósito de isopor. O fogo foi controlado pelos bombeiros e não houve feridos.

ECATERIMBURGO

Estádio Central: expectativa para este ano

"Reforma total, um estádio velho teve que se tornar novo. O prefeito da cidade, inclusive, queria construir outro, disse que seria mais barato, mas a decisão não foi essa. Tudo mais ou menos ok".

SAMARA

Arena Cosmos: somente em 2018

"Em maio de 2016 foi confirmado o atrado das obras. Exatamente um ano depois, anunciaram que a construção voltou ao cronograma planejado".

SARANSK

Arena Cosmos: somente em 2018

"É estranho Saransk estar na Copa. Todo mundo esperava Krasnodar, afinal já tem um estádio privado, bonito e pronto, e a cidade é muito mais confortável. Vitaliy Mutko (presidente da Federação Russa) explicou que nesta região há Sochi, e que a ideia era deixar o Mundial em diferentes regiões. Então por que duas arenas em Moscou? Não faz sentido."