Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira

O que será do Vasco?

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br
Para Milton Mendes, o Vasco não jogou mal mesmo perdendo por 4 a 0

No primeiro tempo do Allianz Parque, um time finalizou mais, acertou a trave, exigiu do goleiro adversário, roubou bola perto da área rival e por pouco não marcou. Era o Vasco. Mas foi o Palmeiras que voltou ao vestiário no intervalo com o placar a favor, 2 a 0.

Dada a saída para a etapa complementar, mais um gol palmeirense. Se alguém tinha dúvidas sobre quem levaria três pontos na primeira rodada da Série A, elas desapareceram ali. E ainda houve mais um tento, fechando a vitória alviverde, 4 a 0.

Não faz sentido entrar em discussão por conta do polêmico pênalti que gerou a abertura do placar. A distância entre os times foi tamanha que o Palmeiras goleou sem que uma grande exibição fosse necessária. Cuca reapareceu diante do adversário ideal.

Por mais que os vascaínos tenham igualado o jogo em parte do primeiro tempo e ameaçado empatar, a retarguarda de São Januário estava lá, pronta para inviabilizar qualquer reação. Será esse o destino do clube em mais um retorno da segunda divisão?

'Espero que a gente não passe sustos, é confiar no trabalho', diz Luis Fabiano

Milton Mendes assumiu o elenco na parte final do campeonato carioca. Jogadores chegaram, outros saíram e jovens estão subindo. Mas a fragilidade defensiva vista nos 3 a 0 para o Fluminense que eliminaram a equipe do Campeonato Estadual e nesta reestreia na primeira divisão foi de apavorar.

Contratar desesperadamente pode ser um passo. Estruturar o time para que o sistema defensivo seja bem protegido é urgente. Há bons jogadores gente experiente no elenco. Mas se continuar jogando com tamanha exposição, o sofrimento da cansada torcida vascaína será grande. Mais uma vez.