Olha isso...

Olha isso...

Por engano, Ricardo Oliveira é homenageado com minuto de silêncio e marcha fúnebre na Colômbia

ESPN.com.br

Os jogadores de Santos e Santa Fe já estavam no gramado do estádio El Campín, em Bogotá, para o duelo pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Foi quando o locutor pediu um minuto de silêncio em homenagem a... Ricardo Oliveira!

"Senhoras e senhores, por favor, pedimos atenção para que seja respeitado um minuto de silêncio em homenagem a Ricardo Oliveira, jogador do Santos", disse o locutor. Em seguida, a marcha fúnebre foi tocada no estádio como parte da cerimônia.

Foi um terrível engano do colombiano. Na verdade, a homenagem deveria ter sido feito para Alexandre de Carvalho Kaneco, ex-ponta-direita do Santos nos anos 1960 e que morreu no último dia 18 em decorrência de um câncer - ele estava internado há uma semana.

Kaneco ficou famoso por ter sido o primeiro jogador brasileiro a aplicar a "carretilha", isto éprender a bola entre as duas chuteiras e, de calcanhar, levantar a bola para aplicar um chapéu no adversário. O jogo em que ele fez isso foi em 9 de março de 1968 no qual o Santos bateu o Botafogo-SP por 5 a 1, na Vila Belmiro, por 1 a 0.

Ricardo Oliveira disse que não reparou que o nome dele foi dito no lugar de Kaneco. "Honestamente eu não ouvi, não percebi isso. Depois vou ver", disse à SporTV.