Fernando Meligeni

Fernando Meligeni

Ser atleta é ir muito além de uma vitória ou derrota

Fernando Meligeni, blogueiro do ESPN.com.br
Andrew Patron/Icon Sportswire via Getty
Raquete tênis quebrada rede
Raquete de tênis quebrada: descontando a raiva por uma derrota

Ser atleta não é nada fácil, quando falamos em gerenciar vitórias e derrotas, alegrias e frustrações. Nossos técnicos vivem dizendo que é normal. Vivem dando exemplos de atletas que se superaram depois de uma dura derrota ou uma lesão. A volta por cima sempre é possível. Mas existe uma fórmula?

Vejo muito jogador vivendo mais do dia-a-dia do que da carreira. Enxergo isso no meu meio e com certeza deve ser assim nos outros esportes. Atleta encarando a derrota ou a série de derrota como o fim do mundo. Perder é igual a ser ruim. Perder é igual a perder tempo. Perder é igual a não ser um bom jogador. Quando ganhamos, normalmente isso não é assim. Ficamos felizes e até duvidamos, mas poucos acham que são OS CARAS ou AS MINAS.

Lembro de uma conversa com meu ex-técnico ao perder 5 match points em um jogo contra o Hicham Arazi, na Holanda. O Pardal chegou perto e me disse: "Você tem ideia o quão bem que você jogou? Você percebeu o quanto você está pronto para voos mais altos?". Você não pode se achar o tal ou uma merda por uma vitória ou derrota. Tem que pensar na carreira. Lutar todos os dias, mas entender que o esporte não é feito de um resultado. Ele é feito de anos de aprendizado, vitórias, derrotas, papelões e jogos incríveis. Quem pensa só em um jogo fica pelo caminho.

Levei isso muito a sério. Minhas atitudes, minhas lutas viraram por acabar minha carreira com o melhor ranking, com uma carreira com títulos, com vitórias importantes e grandes.

Vejo a molecada e tenistas próximos jogando para ganhar um jogo. Tenistas desesperados pelo resultado para colocar na mídia social ou para melhorar 10 posições no ranking na semana que vem. Mas será que isso vai te dar a alegria e o orgulho de ter sido um tenista, um atleta?

Aos mais jovens, aos meus queridos tenistas juvenis, transição, começo de profissional ou até top, só posso dizer uma coisa: jogue com o coração. Entregue tudo pela causa. Seja forte e não se deixe levar por uma derrota dura com match point a favor. Treine para ser um tenista melhor. Trabalhe que toda segunda-feira você tem mais uma chance de ter a semana da sua vida.