Gustavo Hofman

Gustavo Hofman

Philippe Coutinho passou lenda e já é o maior artilheiro brasileiro da Premier League

Gustavo Hofman
Getty Images
Titular absoluto da Seleção Brasileira e do Liverpool nesta temporada
Titular absoluto da Seleção Brasileira e do Liverpool nesta temporada

Já são 132 jogos na Premier League, com 30 gols marcados e ainda 28 assistências. Números que garantem a Philippe Coutinho a condição de maior artilheiro brasileiro na história da competição, deixando para trás a lenda do Middlesbrough, Juninho Paulista. Tudo isso com apenas 24 anos.

Neste sábado, na vitória do Liverpool sobre o Stoke, fora de casa, por 2 a 1, ele e Roberto Firmino garantiram a virada dos Reds. Enquanto o ex-jogador do Vasco da Gama aparece no topo da citada lista, seu companheiro de Liverpool já surge entre os cinco primeiros.

Veja os gols da vitória do Liverpool sobre o Stoke City por 2 a 1

Philippe Coutinho
30 gols, 132 jogos

Juninho Paulista
29 gols, 125 jogos

Oscar
21 gols, 131 jogos

Roberto Firmino
20 gols, 61 jogos

Willian
17 gols, 123 jogos

Gilberto Silva
17 gols, 170 jogos

Ramires
17 gols, 159 jogos

Robinho
14 gols, 41 jogos

Elano
14 gols, 62 jogos

Geovanni
14 gols, 79 jogos

A pouca história de jogadores brasileiros no futebol inglês é claramente percebida com essa lista. Se considerarmos o período pré-Premier League, Mirandinha, ex-Palmeiras, merece destaque. Nas temporadas 1987-88 e 88-89 disputou 54 jogos na primeira divisão inglesa e anotou 19 gols.

Os dois únicos atacantes que aparecem entre os dez primeiros são, justamente, quem têm melhor média de gols. Robinho fica em primeiro com 0.34, seguido por Firmino com 0.32 (e subindo). Em breve teremos, também, Gabriel Jesus no ranking - por enquanto três gols em quatro partidas.

De qualquer modo, o feito alcançado por Philippe Coutinho merece ser valorizado não apenas pela conquista individual, mas também pela oportunidade de reverenciar Juninho. Para quem não sabe, melhor jogador da Premier League na temporada 1996-97 jogando pelo rebaixado (com polêmica) Boro!