Leonardo Bertozzi

Leonardo Bertozzi

Monaco e Dortmund goleiam rivais da Champions em uso de jovens

Leonardo Bertozzi
Getty
Mbappé é um dos jovens do Monaco na Champions League
Mbappé é um dos jovens do Monaco na Champions League

Além de colocar frente a frente duas equipes que prezam por um futebol ofensivo, o duelo entre Borussia Dortmund e Monaco se destaca nas quartas-de-final da Champions League por outro motivo. Entre os oito times classificados para esta fase, são os dois que mais dão espaço a jovens na competição.

Em levantamento feito pelo blog com base nos dados oficiais da Uefa (veja tabela abaixo), o Monaco registra o maior número de minutos em campo dos jogadores nascidos a partir de 1994: 2.881. Foram onze atletas diferentes escalados por Leonardo Jardim nas oito partidas até aqui. Lemar, Bernardo Silva e Bakayoko estiveram em campo por mais de 80% do tempo.

O Dortmund vem logo a seguir, com 2.183 minutos, divididos entre seis jogadores sub-23. Weigl, Dembélé e Pulisic são os mais assíduos no elenco dirigido por Thomas Tuchel.

Somadas as duas equipes, o total de minutos é de 5.064, marca que não é alcançada nem somando os outros seis participantes das quartas-de-final. No outro oposto está o duelo entre Juventus e Barcelona, que, juntos, deram 404 minutos em campo aos que terão no máximo 23 anos em 2017: 280 da Juve, 124 do Barça.

A Juve fez história ao colocar em campo o atacante Moise Kean no jogo da fase de grupos contra o Sevilla, fazendo dele o primeiro nascido em 2000 a disputar o torneio. Kean, no entanto, não quebrou o recorde de jogador mais jovem da história da Champions. A marca ainda é do nigeriano Céléstine Babayaro, que atuou pelo Anderlecht aos 16 anos e 87 dias, em 1994.

Fora de Dortmund e Monaco, apenas dois sub-23 jogaram pelo menos metade dos minutos até agora. Ambos são do Atlético de Madrid: o meia Saúl Ñíguez (70,8%) e o zagueiro Giménez (50%). Isso ajuda a fazer do time colchonero o terceiro colocado no ranking, com 1.224 minutos. O adversário Leicester vem logo a seguir, com 725 minutos.

O Real Madrid é o time que escalou menos jogadores nascidos em 1994 ou depois: apenas Kovacic e Asensio, totalizando 336 minutos. No Bayern de Munique, Kimmich, Renato Sanches e Coman já viram o campo nesta Champions, com um agregado de 514 minutos.

Reprodução
Jogadores nascidos a partir de 1994 nas quartas-de-final da Champions
Jogadores nascidos a partir de 1994 nas quartas-de-final da Champions