Leonardo Bertozzi

Leonardo Bertozzi

'Talvez fosse maravilhosa demais essa equipe para envelhecer. Talvez o destino quisesse levá-la no ápice de sua beleza'

Leonardo Bertozzi

O jornalista italiano Carlo 'Carlin' Bergoglio disse as palavras acima quando o desastre de Superga matou o maior time da história do Torino, em 1949.

Bergoglio trabalhava no maior diário esportivo de Turim, o Tuttosport, e teve de substituir Renato Casalbore, fundador e diretor de redação do veículo. Casalbore foi uma das 31 vítimas fatais do acidente aéreo.

Tomo aqui a liberdade de me apropriar da frase, por não achar maneira melhor para lidar com os acontecimentos desta terça-feira.

Desde os dias de Série D, a Chape só subiu. Subiu, subiu e subiu. Tanto subiu que não podemos mais alcançá-la.

Podemos apenas permitir que nosso imaginário desenhe histórias espetaculares da final que não aconteceu.

Você duvida que os heróis de Chapecó, empurrados pelo espírito do Indio Condá (obrigado, Deva), poderiam copar Medellín?

Que poderiam conquistar o troféu em campo?

Vamos sempre acreditar que sim.

Uma dor assim nunca passa. Aprendemos a conviver com ela. Vivemos a memória dos que foram na lembrança dos que ficaram.

Na abertura do programa, SportsCenter faz homenagem à Chapecoense

E tiramos lições.

A vida vale muito. Cada segundo vale. Nossa paixão por futebol não pode ser canalizada em negatividades. Em ódio. Em violência.

Façamos com que nossa paixão por futebol se perpetue nos valores mais bonitos manifestados hoje pela imensa família do esporte.

Que o espírito de Condá passe a significar nossa capacidade de empatia e compaixão. Por todas as cores. Todas as camisas. Todos os apaixonados. Todos.

Divulgação
Força, Chape
Força, Chape