Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira

Quanto custa ver um jogo da Premier League?

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br

Alegria do povo, na Inglaterra, no Brasil, onde for, o futebol deixa de ser programa popular a cada dia, principalmente no país onde foi criado. A BBC realizou um levantamento do quão caro anda ver os times da Premier League. É mesmo de assustar.

Desde 2011 a BBC faz tal estudo. E nesses cinco anos o custo médio do bilhete mais caro aumentou 12%. Já o custo médio do mais barato (ou menos caro...) para uma partida de primeira divisão da Inglaterra aumentou 20% — de £ 25,56 para £ 30,68.

De 2012 ao ano passado, o preço médio do bilhete mais acessível para todos os jogos da temporada subiu 16%. O mais caro no mesmo período subiu 9%. Utilizando os preços praticados em 2015, a BBC montou seu útlimo ranking dos ingressos de temporada mais caros da Premier League.

Torcida do Liverpool protesta contra valor do ingresso e deixa Anfield Road antes do fim do jogo

Comprar ingresso avulso não costuma ser fácil no campeonato inglês. Em muitos estádios eles se esgotam bem antes de rolar a bola. Os sortudos que conseguirem adquirir um tíquete para partida em Leicester podem pagar o menor preço possível, equivalente a R$ 125,93. Já no Emirates Stadium, o ingresso avulso de partida do Arsenal pode atingir incríveis R$ 555,26 (Libra cotada a R$ 5,72).

A BBC acrescenta que o West Ham vai reduzir seus preços com a mudança para o Estádio Olímpico de Londres, onde terá, 54 mil lugares, 19 mil a mais do que os 35 mil existentes em Upton Park, no histórico Boleyn Ground (veja o vídeo abaixo). Arsenal, Manchester United, Newcastle, Norwich e Swansea congelarão os valores.

O Crystal Palace deverá fazer o mesmo. Já o Liverpool inicia recuo ante os protestos de sua torcida (veja o vídeo ao alto). Os demais estão estudando cada caso. Mas os clubes nunca estiveram tão pressionados a conter a sanha por preços elevados desde a criação da Premier League em 1992.

TÍQUETES DE TEMPORADA
Os mais caros:

1.  Arsenal - £ 2.013
2.  Tottenham - £ 1.895
3.  Chelsea - £ 1.250
4.  West Ham - £ 955
5.  Manchester United - £ 950
6.  Manchester City - £ 900
7.  Liverpool - £ 869
8.  Southampton - £ 853
9.  Bournemouoth - £ 760
10. Leicester - £ 730
11. Everton - £ 719
12. Newcastle - £ 710
13. Crystal Palace - £ 680
14. Watford - £ 650
15. Norwich - £ 646
16. Aston Villa - £ 615
17. Stoke - £ 609
18. Sunderland - £ 525
19. West Bromwich - £ 509
- Swansea - não informado

Os menos caros?
1.  Stoke - £ 294
2.  Manchester City - £ 299
3.  Aston Villa - £ 335
4.  Leicester - £ 365
5.  Sunderland - £ 370
6.  Watford - £ 385
7.  West Bromwich - £ 399
8.  Crystal Palace - £ 420
9.  Everton - £ 440
10. Newcastle - £ 475
11. Norwich - £ 499,50
12. Manchester United - £ 532
13. Southampton - £ 541
14. Bournemouth - £ 550
15. West Ham - £ 617,50
16. Liverpool - £ 710
17. Chelsea - £ 750
18. Tottenham - £ 765
19. Arsenal - £ 1.014
- Swansea - não informado

INGRESSO PARA UM JOGO:
Mais caros:
1.  £ 97 - Arsenal
2.  £ 95 - West Ham
3.  £ 87 - Chelsea
4.  £ 81 - Tottenham
5.  £ 59 - Liverpool
6.  £ 58 - Manchester City, Manchester United
8.  £ 54 - Southampton
9.  £ 50 - Leicester, Norwich, Stoke
12. £ 49 - Everton
13. £ 45 - Aston Villa, Crystal Palace, Newcastle
16. £ 40 - Sunderland
17. £ 42 - Watford
18. £ 39 - West Bromwich
19. £ 32 - Bournemouth
- Swansea - não informado

Menos caro:
1.  £ 22 - Leicester City
2.  £ 23 - Aston Villa e Crystal Palace
4.  £ 25 - Stoke, Sunderland, West Brom, West Ham
8.  £ 27 - Arsenal, Newcastle
10. £ 30 - Norwich
11. £ 31 - Manchester United
12. £ 32 - Bournemouth, Tottenham
14. £ 34 - Southampton
15. £ 35 - Everton
16. £ 36 - Watford
17. £ 37 - Liverpool
18. £ 42 - Manchester City
19. £ 52 - Chelsea
- Swansea - não informado

Fonte: BBC

Abaixo, reportagem de João Castelo Branco sobre os preços dos ingressos e a forte reação dos ingleses. "Football without fans is nothing" (Futebol sem torcedores não é nada) tem sido o lema daqueles que amam seus clubes e sentem que "clientes" endinheirados e muitas vezes sem paixão poderão tomar seus lugares nos estádios. É preciso fazer algo, claro. E eles estão indo à luta.

Preços salgados nos elitizados estádios ingleses geram protestos de torcedores