Fartlek e Interval-training

ESPN Brasil
Luiz Doro - Adorofoto
Pista de atletismo - Estádio Ícaro de Castro Mello
Pista de atletismo - Estádio Ícaro de Castro Mello

Brincar de correr

Quem não fica admirado em ver uma criança, brincando, correndo, se divertindo. 
A natureza é generosa com as crianças; elas passam a impressão de que a corrida é uma brincadeira.
Correm leve e soltas.
No início dos anos 30, o técnico sueco Gosse Holmer percebeu a necessidade de se trabalhar em um único treino, a velocidade, através de corridas rápidas de 50 a 100 metros, a resistência anaeróbia corridas contínuas com duração mais longa e a resistência aeróbia, pela duração do esforço acima de 40 minutos até 1 hora e 20 minutos. Holmer, criou o FARTLEK, palavra sueca que traduzida para a língua portuguesa significa brincar de correr.
Um campo de golfe, de futebol, na praia, um bosque ou mesmo em um parque, são ótimos lugares para praticar o fartlek.

Treino intervalado

Na fase de preparação específica do treinamento, são enfatizadas todas qualidades de um atleta. O principal objetivo é preparar o organismo para suportar a intensidade das competições.

O "interval-training", é um método de treinamento idealizado pelo técnico alemão Woldemar Gerschller, em 1939.
No ano de 1952, Gerschller uni-se ao fisiologista também alemão Herbert Reindell para formularem a concepção científica de treinamento intervalado. As distâncias escolhidas eram de 100, 200 e 400 metros com tempos preestabelecidos, que eram realizadas em pista de atletismo, o intervalo entre as repetições não ultrapassavam aos 90 segundos de pausa ativa (caminhada ou corrida lenta).
Este método é utilizado para desenvolver a resistência anaeróbia, resistência aeróbia, resistência muscular localizada, velocidade de deslocamento e força explosiva. É um treino que exige o máximo do praticante. Por isso, não é recomendado fazer esse trabalho sem uma "base" mínima adequada.

Os riscos de contusão são muitos. Principalmente quando não há um planejamento estratégico, estabelecido por um técnico com experiência comprovada. Existe o momento certo para esse tipo de trabalho.
O primeiro brasileiro a utilizar este método foi Edgard Freire, quando estabeleceu o recorde brasileiro dos 5.000 metros nos anos 50, abaixo dos 15 minutos. Hoje, aos 84 anos, o professor Edgard, continua os seus treinamentos em pista.

Twitter @wander_olive

Publicidade