Liverpool denuncia ofensas racistas em jogo pela Liga Jovem da Uefa

EFE
Getty
Steven Gerrard falou sobre o ocorrido
Steven Gerrard falou sobre o ocorrido

O Liverpool denunciou nesta quarta-feira ter havido ofensas racistas contra o atacante inglês Rhian Brewster durante a partida contra o Spartak Moscou, no estádio Prenton Park, em Birkenhead, pela Liga Jovem da Uefa.

Brewster, de mãe turca, teve de ser amparado e tranquilizado por companheiros de equipe e integrantes da comissão técnica dos 'Reds' após a vitória por 2 a 0.


Segundo o atacante, que conquistou a Chuteira de Ouro do Mundial Sub-17, do qual foi campeão com a Inglaterra, em outubro, um jogador do Spartak o insultou durante a partida. Ele disse ter comunicado o incidente ao árbitro.

"É difícil fazer um comentário sobre este tema. O clube vai tomar medidas. Prefiro falar sobre o jogo que Brewster fez. Ele esteve em grande nível e só faltou um gol para coroar uma excelente exibição", declarou o técnico do Liverpool sub-19, o ídolo Steven Gerrard.

Em setembro, outro jogador do time inglês, Bobby Adekanye, nascido em 1999 em Ibadan (Nigéria), recebeu insultos e gestos racistas por parte de torcedores do Spartak durante o primeiro duelo pela Liga Jovem.