Diretor da F1 admite preocupação com supremacia da Mercedes na categoria

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Getty
Ross Brawn falou sobre uma possível supremacia da Mercedes na Fórmula 1
Ross Brawn falou sobre uma possível supremacia da Mercedes na Fórmula 1

O diretor esportivo da Fórmula 1, Ross Brawn, admitiu que teme por um desequilíbrio na categoria em 2018, com a Mercedes, atual tetracampeã do Mundial de Construtores, se fortalecendo ainda mais.

Em entrevista à ESPN internacional, o dirigente analisou as qualidades da escuderia alemã. “Eles têm uma equipe muito forte, e minha preocupação é que ele fique ainda mais forte em 2018”, destacou Brawn, que afirmou torcer para estar errado.

“O que vejo, neste momento, é uma situação na qual eles chegarão para passar por cima dos outros. Espero estar equivocado”, finalizou o diretor esportivo da categoria.

Desde 2014, a Mercedes conquistou todos os troféus da F1, tanto no Mundial de Construtores, como também no de Pilotos. O britânico Lewis Hamilton venceu em 2014, 2015 e 2017, enquanto o já aposentado alemão Nico Rosberg foi campeão em 2016.

Na última temporada, a Ferrari chegou a ameaçar, com Sebastian Vettel se colocando na luta pelo título. Porém, com o passar das etapas, a escuderia alemã voltou a dominar, fechando o ano com 12 vitórias em 20 provas.

Com representantes de Senna e Schumacher, FIA homenageia campeões da F1 em Paris

Em 2018, a principal categoria do automobilismo mundial tem início marcado para o dia 25 de março na Austrália. A Mercedes segue com Hamilton e o finlandês Valtteri Bottas como pilotos da equipe.