Como Real Madrid pode dar mais espaço para Gabriel Jesus no Manchester City

ESPN.com.br
Caneta humilhante, assistência e quase gol: Jesus entrou no 2º tempo e ajudou na virada do City sobre o West Ham

Reserva em seis dos últimos 10 jogos do Manchester City, o atacante Gabriel Jesus pode em breve ganhar mais espaço no forte ataque da equipe inglesa e se restabelecer na condição de titular. 

Segundo o jornal Mirror, o Real Madrid está interessado na contratação do atacante Raheem Sterling, o que teria travado seu processo de renovação com os Citizens.

O diário diz que o clube de Manchester ofereceu um novo vínculo que vai transformar o jovem de 22 anos no atleta mais bem pago da Premier League. No entanto, Sterling ainda não o assinou, já que aguarda uma aproximação dos merengues.

O atleta da seleção inglesa conta com a admiração do técnico Zinedine Zidane, e inclusive já era pretendido pelos blancos desde que ainda defendia o Liverpool. Na atual temporada, ele soma 13 gols e quatro assistências em 20 partidas, sendo um dos jogadores mais completos do City. 

Após vitória do City, Guardiola diz que 'aprendeu novo jeito de atacar' com Gabriel Jesus e Aguero juntos

O Mirror não tratou de valores, mas os ingleses não o negociariam por menos de 62,5 milhões de euros (R$ 240,5 milhões, na cotação atual), que foi o valor pago para tirá-lo dos Reds em julho de 2015.

Se Sterling for vendido, porém, o técnico Josep Guardiola ficará com um "buraco" do lado direito do ataque, em vaga que pode ser ocupada por Gabriel Jesus, caso o centroavante tope jogar mais aberto pelos lados, já que o argentino Sergio Agüero segue como titular do comando ofensivo.

Nesta temporada, no entanto, Jesus já se frustrou ao atuar como ponta, e inclusive deixou o campo muito chateado durante jogo contra o Shakhtar Donetsk, pela Uefa Champions League. Depois, disse que havia se acostumado a jogar como centroavante e que precisava aprender novamente como atuar aberto. 

Feche as pernas, amigão! À la Romário, Gabriel Jesus dá caneta em zagueiro do West Ham

"Há um ano eu estava jogando de ponta, e de um ano para cá estou jogando de centroavante. Aí agora comecei a jogar de ponta novamente, então não é fácil... Eu sei que as pessoas podem falar que é fácil, mas não é. A gente às vezes se atrapalha, você se embaralha... Acontece...", disse, na ocasião, à ESPN Brasil.

Também neste período, reportagem do ESPN.com.br com dados do TruMedia, serviço de estatísticas exclusivo da ESPN, mostrou que, jogando como ponta, Gabriel vê seu número de finalizações cair drasticamente, enquanto Agüero dá praticamente o dobro de chutes do brasileiro

Tempo real: GOLAÇO DE CITY! Aos 50 do segundo tempo, Sterling salva o City e garante 3 pontos

Apesar disso, o camisa 33 acumula bons números na temporada: 10 jogos e três assistências em 21 partidas.