ESPNFC 100 - os 10 melhores meias-atacantes do mundo em 2017

  •  

    Meias-atacantes

     
     

    Os melhores meias-atacantes têm um senso de malandragem capaz de quebrar um forte conjunto defensivo com um pouco de improvisação ou magia. Eles conseguem facilmente entrar na área para finalizar uma jogada aérea ou dar uma assistência para os outros marcarem. Os grandes camisas 10 aproveitam ao máximo seus papéis livres para entreter, criar e converter.

     
       

     

    Kevin De Bruyne

    Manchester City | Idade: 26 | Ranking em 2016: 1
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 73 milhões

     

    Os talentos de Kevin de Bruyne têm sido óbvios já há algum tempo, exceto José Mourinho, que o vendeu quando estava no comando do Chelsea. O que não era óbvio era a sua posição ideal. Dono de um toque refinado na bola, ele seria um camisa 10? Ou seria melhor nas pontas, uma vez que usa bem os dois pés e é rápido? No início da temporada 2017-18, Pep Guardiola deu-lhe uma chance no coração do meio-campo e o debate acabou. De Bruyne atingiu o mais alto nível quase que instantaneamente, sendo uma referência em quase tudo que o City faz em campo. Por Iain Macintosh

     

    Isco

    Real Madrid | Idade: 25 | Ranking em 2016: N/A
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 42 milhões

     

    O melhor atleta do Real Madrid até o momento em 2017-18 é alguém que parecia estar a caminho da saída do clube nesta época no ano passado. Isco foi mesmo vaiado e zombado pelo público no Santiago Bernabéu depois de uma má exibição em um empate por 2 a 2 com o Eibar em outubro de 2016. Mas ele forçou o seu caminho entre os 11 primeiros com uma série de excelentes performances, e o time terminou a temporada com os títulos do Espanhol e da Uefa Champions League. Isso também trouxe um novo contrato com uma cláusula de liberação de 700 milhões de euros. O andaluz também deu um passo à frente na seleção nacional. Dois excelentes gols na vitória sobre a Itália por 3 a 0 pela eliminatória europeia da Copa do Mundo de 2018, em setembro, provavelmente garantiram seu lugar no torneio na Rússia no próximo verão. Por Dermot Corrigan

     

    David Silva

    Manchester City | Idade: 31 | Ranking em 2016: 4
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 50 milhões

     

    A cabeça raspada pode ser um novo visual, mas seu estilo de jogo nunca muda. David Silva é o meio ofensivo ibérico clássico: 1,73 de altura, ridiculamente dotado, levemente etéreo e capaz de jogar em qualquer posição além da linha intermediária. Grandes jogadores vêm e vão, e as reputações crescem e diminuem no City, mas ele continua sendo constante, flutuando entre as linhas, criando e completando jogadas como um garoto no parquinho. Eles vão sentir falta dele quando o meia se for. Por Iain Macintosh

     

    Andres Iniesta

    Barcelona | Idade: 33 | Ranking em 2016: 2
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 18 milhões

     

    Em um movimento pouco comum, o Barcelona entregou a Andrés Iniesta um contrato vitalício, e, honestamente, se alguém merece um, esse alguém é o camisa 8 dos catalães. Basicamente, isso significa que o meio-campista tem um acordo no clube até que ele decida que é hora de sair. Além disso, após sua aposentadoria, haverá um emprego esperando por ele nos bastidores. Literalmente, qualquer trabalho que ele desejar. O meio-campista ainda não pensa nisso e acredita que tem mais alguns anos no nível mais alto. Ernesto Valverde concorda, e, enquanto as lesões permitirem, o treinador tem usado Iniesta o máximo possível desde que assumiu o cargo. Como sempre, o Barça parece melhor quando o veterano está em campo. Por Sam Marsden

     

    Philippe Coutinho

    Liverpool | Idade: 25 | Ranking em 2016: 8
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 75 milhões

     

    Philippe Coutinho não é apenas a peça mais perigosa do ataque do Liverpool, como também é o seu Superman. Quando todo o resto falha e parece não haver mais esperança, o brasileiro é o único que pode salvar o dia - geralmente, dando um toque para abrir espaço a 30 metros e depois finalizando com capricho no ângulo. O Barcelona moveu céus e terras para levá-lo no verão europeu, mas o Liverpool bateu o pé. É uma ascensão impressionante para um jogador que, em um período de pouco brilho na Inter de Milão, foi considerado muito magro e frágil para ter sucesso. Agora, o seu ex-time sonha em ter um atleta como ele. Por Iain Macintosh

     

    Dele Alli

    Tottenham | Idade: 21 | Ranking em 2016: 9
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 64 milhões

     

    Havia um plano armado para Dele Alli quando ele chegou ao Tottenham em 2015. Com apenas 19 anos, o meia deveria ser usado com moderação no início porque, enquanto suas conquistas no MK Dons eram todas muito impressionantes, a Premier League trata-se de um outro nível. Mas a questão é que Dele Alli também é. Ele teve um bom desempenho desde o início, atacando, passando e marcando gols como se jogasse em tal competição há anos. Três meses depois, já estava na seleção inglesa, e ele ainda marcou em seu primeiro jogo. Com tal crescimento, o jogador já pode ser considerado o maior talento que a Inglaterra gerou na última década. Por Iain Macintosh

     

    Christian Eriksen

    Tottenham | Idade: 25 | Ranking em 2016: N/A
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 66 milhões

     

    Christian Eriksen esteve na mira de tantos grandes clubes há tanto tempo que, quando assinou com o Tottenham em 2013 em vez de Manchester United ou de Barcelona, todos acharam que havia algo errado. Esta é agora a sua quinta temporada com os Spurs, e a única conclusão lógica é que deve haver algo errado com os grandes clubes que o ignoraram. Ele é o coração criativo do melhor lado dos Spurs desde que Bill Nicholson saiu e, em grande parte, graças aos esforços do atleta dinamarquês, os Spurs agora podem ser considerados um grande clube por mérito próprio. Por Iain Macintosh

     

    Marco Asensio

    Real Madrid | Idade: 21 | Ranking em 2016: N/A
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 28 milhões

     

    Poucos jogadores se adaptaram tão rapidamente ao Real Madrid como Marco Asensio. Nos primeiros 12 meses no clube, ele escreveu um capítulo memorável ao marcar em sua estreia em cinco competições diferentes. Estes não eram gols quaisquer: ele deixou sua marca contra grandes times como Sevilla e Barcelona na Supercopa da Uefa e na Supercopa da Espanha, respectivamente. Sua primeira temporada no Santiago Bernabéu também trouxe um gol na final da Champions League, quando o meia saiu do banco na vitória contra a Juventus em Cardiff. Dada a competição por lugares no elenco madrilenho, Asensio ainda não é uma escolha automática para os 11 melhores, mas a enorme confiança e a habilidade de agarrar as oportunidades levaram o atleta canhoto para o topo. Por Dermot Corrigan

     

    Henrikh Mkhitaryan

    Manchester United | Idade: 28 | Ranking em 2016: N/A
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 43 milhões

     

    Como Shinji Kagawa antes dele, Henrikh Mkhitaryan achou a vida no Manchester United muito mais difícil do no Borussia Dortmund. Mas o jogador que dominava a Bundesliga apareceu exibindo passes incisivos, e é de se esperar que em breve ele os mostre ainda mais. O armênio também chegou a conviver com um período discreto no time alemão, mas voltou à velha forma quando foi inspirado por seu técnico, Thomas Tuchel, que lhe deu o livro ‘The Inner Game of Tennis” (A Essência do Jogo Interior, em português), de Timothy Gallwey, para ler antes de dormir. Assim, não se de surpreender se você ver José Mourinho em alguma biblioteca de Manchester. Por Iain Macintosh

     

    Koke

    Atlético de Madrid | Idade: 25 | Ranking em 2016: 7
    Football Whispers - Valor do jogador: £ 52 milhões

     

    Provavelmente o jogador mais amado pelos fãs do Atlético de Madri, o polivalente Jorge Resurreccion Merodio simboliza o espírito implacável e, muitas vezes, uma qualidade técnica subestimada, que manteve o time de Diego Simeone no topo durante as últimas temporadas. Conhecido como Koke desde que ele estava limpando as chuteiras de Fernando Torres no juvenil do Atlético há uma década, o meia recusou diversas ofertas para se juntar a clubes mais ricos e mais glamourosos. "Eu nasci no Atlético", disse o ídolo. Muitas vezes. Salvo uma mudança na sorte, Koke será o capitão do clube logo mais e poderá quebrar o recorde de maior número de aparições na história do clube. Por Dermot Corrigan

     

  • GOLEIRO



     
  • LATERAL DIREITO



     
  • ZAGUEIRO



     
  • LATERAL ESQUERDO



     
  • MEIA



  • MEIA-ATACANTE

     
  • PONTA

     
  • ATACANTE

     
  • CENTROAVANTE

     
  • TÉCNICO