O clássico de rivais que faturaram R$ 1,2 bilhão com brasileiros, mas não são do Brasil

ESPN.com.br
Repercussão negativa com Júlio César surpreende Rafa Oliveira, e Zé Elias critica: 'Aqui a gente destrói os ídolos'

Porto e Benfica farão, nesta sexta-feira, às 18h25 (de Brasília), com transmissão da ESPN e do WatchESPN, um clássico do Campeonato Português que envolve duas das equipes do futebol mundial mais peritas em fazer dinheiro com jogadores. E, se contarmos apenas os brasileiros nas últimas dez temporadas, já é algo digno de ficar espantado: 302,5 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão, pela cotação atual).

O clube do Estádio do Dragão foi, dos dois, o que mais faturou com atletas tupiniquins. Desde 2007/08, 163,1 milhões de euros (cerca de R$ 628 milhões) foram embolsados pelos portistas com 13 atletas.

Os valores destaques ficam por conta dos laterais Danilo e Alex Sandro, que foram vendidos a Real Madrid (31,5 milhões de euros) e Juventus por (26 milhões de euros), respectivamente, além dos volantes Fernando, que foi para o Spartak Moscou por 15 milhões de euros (R$ 57,7 milhões), e Anderson, contratado pelo Manchester United pelo mesmo valor de Danilo.

Mas o principal case a ser estudado pelos clubes quando o assunto é fazer dinheiro com um atleta atende pelo nome de Hulk. Afinal, o paraibano de Campina Grande chegou ao Porto em julho de 2008 a custo zero do japonês Verdy Tóquio e, quatro temporadas depois, acabou vendido ao Zenit, da Rússia, por 40 milhões de euros (R$ 154 milhões).

Assim, ele tornou-se a segunda maior venda da história dos "Dragões", atrás apenas do meia James Rodríguez, que saiu para o Monaco por 45 milhões de euros (R$ 173,2 milhões).

E os rivais não ficam lá muito atrás. No mesmo período, o Benfica realizou quase o dobro de vendas de brasileiros e garantiu 139,45 milhões de euros (R$ 536,9 milhões) aos seus cofres.

Casillas supera Messi e Cristiano Ronaldo e vence prêmio Golden Foot 2017

Curiosamente, três das mais rendosas saídas foram para o futebol inglês, sendo duas delas para o Chelsea - e mais ou menos na mesma época! Entre o meio de 2010 e o início de 2011, o zagueiro David Luiz e o volante Ramires trocaram as "Águias" pelo Chelsea por 25 milhões (R$ 96,25 milhões) e 22 milhões de euros (R$ 84,7 milhões), respectivamente.

Mais recentemente, o goleiro Éderson foi para o Manchester City por 40 milhões de euros (R$ 154 milhões) e igualou a maior quantia recebida pelo clube encarnado na história, pelo volante Witsel, vendido ao Zenit.

Porto e Benfica estão separados por apenas três pontos na tabela de classificação. Os mandantes, líderes do Português, têm 32, enquanto que os visitantes ocupam a terceira colocação do certame, com 29 pontos.

Veja abaixo todas as vendas e os valores recebidos com brasileiros desde a temporada 2007/08: