paiN volta às raízes e anuncia retorno oficial ao 'Dota 2'

Gabriel Melo / ESPN.com.br

[]
Kingao volta a usar a camisa da pain
Kingao volta a usar a camisa da pain

Uma das mais tradicionais e vitoriosas equipes do cenário brasileiro de Dota 2, a paiN Gaming está de volta a modalidade. Sem contar com um elenco desde outubro do ano passado, a organização revelou o retorno ao jogo desenvolvido pela Valve nesta terça-feira (29) em conjunto com Danylo "KINGRD" Nascimento.

O anúncio é feito quase um mês após a organização aparecer competindo em seletivas da América do Sul para torneios que fazem parte do circuito oficial. A formação que vem utilizando o nome da paiN é formada por jogadores que, até então, vestiam a camisa da Midas Elite Club.

O quinteto é formado por:  Danylo "KINGRD" Nascimento, William "hFn" Medeiros, Leonardo "Mandy" Viana, Otavio "tavo" Gabriel e Heitor "Duster" Pereira. A organização, porém, não citou o nome dos profissionais no anúncio do retorno a modalidade.

Ainda como Midas, os jogadores se classificaram para o Captains Draft 4.0, minor que será em janeiro de 2018, nos Estados Unidos, com premiação de US$ 300 mil. Já como paiN, os cinco participaram da classificatória para os minors MDL Macau e Dota Summit 8 e estão na disputa por uma vaga no major Galaxy Battles II. O time também é um dos participantes da seletiva nacional para a final americana da World Electronic Sports Games (WESG) 2017.

A paiN deixou de competir na modalidade em outubro do ano passado, após a antiga equipe desligar-se da organização por divergências com a direção. Daquela formação, três jogadores fazem parte do quinteto que vem representando o clube: KINGRD, hFn e Tavo. Também faziam parte do elenco Adriano "4dr" Machado e Emiliano "c4t" Ito

Ao site MyCNB, na época, KINGRD afirmou que a relação do time "com a organização esteve muito complicada" já que "era necessário insistir e cobrar diversas vezes para conseguir qualquer exigência nossa, por menor que fosse". O jogador salientou também que "problemas na comunicação e na transparência em questões de planejamento e financeiras entre nosso manager e seus superiores" também foram "vitais" para a saída da equipe.

Por meio da assessoria de imprensa, o clube rebatou dizendo que "como organização, sempre esteve aberta e disposta a conversar e explicar tudo aos jogadores" e que "um ou outro atleta não concordou com a forma que as coisas foram conduzidas internamente, mas, em nenhum momento, fechamos as portas ou nos negamos a explicar ou falar sobre qualquer assunto".

Em outubro de 2016, ao UOL Jogos, o ex-acessor da paiN, Rafael Costa, disse que um dos motivos para a saída dos jogadores seria uma "proibição", por parte da paiN, para o time não participar da Final Regional da WESG 2016, porque a competição ia "contra os princípios da ABCDE [Associação Brasileira de Clubes de Esports].

paiN revela retorno para Dota 2

História da paiN no DotA

A paiN é uma das equipes que há mais tempo compete no cenário da modalidade, participando de campeonatos desde a antiga versão do jogo. Fundador da organização, Arthur "PAADA" Zarzur, já fez parte do time, assim como o atual atirador da equipe de League of Legends da RED Canids Corinthians, Felipe "brTT" Gonçalves.

A última grande aquisição por parte da organização no DotA 2 foi a da formação que vinha atuando pelo CNB e-Sports Club, em 2014. Nesse mesmo ano, a formação conquistou a X5 Mega Arena e a Brasil Game Cup. Em 2015 e no ano passado, o time também acumulou grandes conquistas: da X5 Mega Arena, da primeira etapa da Xtreme League 2015, Brasil Game Cup 2015 e 2016.