Nigerianas repetem filme 'Jamaica Abaixo de Zero' e conquistam vaga inédita para Olimpíada de Inverno

espnW.com.br

Reprodução/Instagram
Nigéria vai disputar bobsled nos Jogos Olímpicos de Inverno
Nigéria vai disputar bobsled nos Jogos Olímpicos de Inverno

Três mulheres nigerianas conquistaram um feito nessa semana. Seun Adigun, Ngozi Onwumere e Akuoma Omeoga se tornaram a primeira equipe africana de bobsled da história a se classificar para uma Olimpíada, garantindo vaga nos Jogos de Inverno de PyeongChang-2018. E nunca antes um atleta da Nigéria disputou a competição.   

A classificação da Nigéria – onde as temperaturas atualmente ficam acima dos 35ºC – fez, inevitavelmente, a história das três ser comparada à participação da Jamaica nos Jogos do Canadá-1988, que rendeu filme no cinema, o ‘Jamaica Abaixo de Zero’.

Seun, Ngozi e Akuoma conseguiram arrecadar os $ 150 mil necessários para treinarem e competirem na briga pela vaga. Com marketing e publicidade, desenvolveram um perfil online e atraíram a atenção de Visa e Under Armour, marcas que entraram com patrocínio.

As três atletas nasceram nos Estados Unidos e entraram para o esporte no atletismo. Adigun defendeu a Nigéria na Olimpíada de Londres-2012. “Somos de um continente em que nunca se imaginaria deslizar no gelo a 130/145 quilômetros por hora. A ideia de conseguir isso é de empoderamento.”

Seun, Ngozi e Akuoma tentaram derrubar a hegemonia do Canadá, que conquistou a medalha de ouro no bobsled feminino nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos de Inverno.