Neymar vê jogo contra Inglaterra como exemplo para Copa do Mundo

Agência Gazeta Press

Neymar faz um balanço do ano da seleção, diz que time pode e tem que melhorar e fala de dificuldades

A seleção brasileira não conseguiu furar a retranca da Inglaterra e empatou por 0 a 0, na noite desta terça-feira, em Londres. Para o atacante Neymar, o amistoso disputado no Estádio de Wembley serve como exemplo para os jogos que se seguirão na Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia.

“O Japão marcou mais em cima. A Inglaterra esperou mais a gente. Cada equipe tem a sua forma de jogar, mas acredito que a maioria dos nossos jogos vão ser praticamente como o de hoje”, projetou Neymar, em entrevista concedida na zona mista do estádio londrino.


Com a sua formação considerada ideal, o Brasil teve dificuldades diante do sólido 3-5-2 do time britânico, que foi a campo desfalcado por oito jogadores. Os comandados de Tite tiveram o domínio das ações ofensivas, mas não criaram muito.

“Tentamos criar algumas chances e tivemos dificuldades, sim”, reconheceu Neymar.

“Mas isso é bom para treinar, para trabalhar, para ver o que faltou para fazer o gol e sair com a vitória”, ponderou o camisa 10, antes de receitar o que o Brasil deve fazer para superar os próximos adversários que venham a atuar mais fechados.

Tite compara apresentações das equipes e elogia: 'Inglaterra é mentalmente muito forte'

“Movimentação, passes rápidos, triangulações rápidas: isto que a gente pode causar nas equipes para abrir espaços. Criamos algumas oportunidades, mas não concluímos em gol. Feliz pelo jogo, por ser de alto nível”, concluiu.

Dando sequência à preparação para a Copa do Mundo de 2018, o Brasil tem dois amistosos já confirmados para o ano que vem. Em 23 e 27 de março, a seleção enfrentará Rússia e Alemanha, em Moscou e Berlim, respectivamente. Serão os últimos dois testes antes da convocação, marcada para o início de maio.