Com interino, Internacional empata com o Oeste e garante o retorno para a Série A

ESPN.com.br
Assista aos melhores momentos do empate entre Oeste e Internacional em 0 a 0!

A busca do Internacional na temporada de 2017 chegou ao fim na noite desta terça-feira. Ao empatar sem gols com o Oeste, na Arena Barueri, na Grande São Paulo, pela 36ª rodada da Série B do Brasileiro, o time gaúcho assegurou o desejado retorno para a elite do futebol nacional um ano após cair.


Na segunda colocação, a equipe colorada soma 65 pontos e não pode mais ser alcançada pelo quinto colocado, o Londrina, que tem 58. O Oeste também tem 58, mas ocupa a sexta colocação. A equipe ainda tem chances matemáticas de conseguir a inédita vaga na Série A.

O acesso colorado ocorreu faltando duas rodadas para o final da segunda divisão, mas esteve longe de ser tranquilo. O time foi comandando interinamente pelo técnico Odair Hellmann, uma vez que Guto Ferreira foi demitido após o jogo do último sábado (empate com o Vila Nova por 1 a 1, no Beira-Rio).

No mesmo dia os torcedores do Inter protestaram contra a diretoria e cobraram os jogadores. Algo que já tinha sido visto durante o primeiro turno.

O acesso nesta terça-feira, contudo, só não aconteceria em caso de derrota. Não é exagero afirmar que o Internacional jogou para empatar.

Apesar da aparente apatia por disputar a Série B, o time colorado ainda pode buscar o título da competição. O América-MG lidera com quatro pontos de diferença (tem 69). Matematicamente é possível. Basta o rival mineiro perder um dos próximos dois jogos e a equipe de Porto Alegre vencer os próximos dois.  

O foco do time gaúcho, contudo, é o planejamento da próxima temporada. A prioridade afora é definir o técnico. Os nomes favoritos são os de Roger Machado e Abel Braga. O primeiro está desempregado. Já o segundo está no Fluminense, mas não deve renovar o contrato.

O elenco também passará por mudanças, mas a diretoria mantém os passos que seguirá em segredo.

Por hora, a torcida quer mesmo comemorar o fim de uma temporada bem angustiante.

O JOGO

O Internacional iniciou o confronto com o uniforme todo na cor branca e o Oeste com o clássico vestimento, camisa rubro-negra, calção preto e meia rubro-negra.

A partida começou com o time visitante dominando as principais ações. Como o empate servia para o time gaúcho, os jogadores tocavam bastante a bola e faziam ela circular pelo gramado. Quando a equipe mandante recuperava a redonda, não conseguia encontrar espaços para criar boas infiltrações na marcação colorada.

As duas equipes criavam poucas oportunidades e, quando tinham chances, não conseguiam concluir a gol. Em boa oportunidade, aos 20 minutos, o Oeste chegou após o cruzamento de um escanteio na segunda trave, mas no momento da finalização, o atacante Eduardo Sasha bloqueou o jogador e a bola saiu para escanteio novamente.

Aos 25 minutos, o atacante colorado William Pottker recebeu pela direita e, muito marcado, conseguiu passar por um marcador para concluir forte de fora da área. A redonda passou à esquerda de defesa do goleiro Rodolfo.

O duelo era bem monótono, com o Inter errando muitos passes e cadenciando o jogo, enquanto o Oeste apostava nos lançamentos longos, visando principalmente o artilheiro Mazinho.

O melhor momento da primeira etapa ocorreu aos 42 minutos. No lance, o lateral-esquerdo William Cordeiro recebeu um lançamento na esquerda de ataque, carregou até perto da área e com o pé direito finalizou muito forte rasteiro. O goleiro Danilo Fernandes conseguiu fazer a defesa.

SEGUNDO TEMPO

O Oeste retornou com mudanças na equipe para a segunda etapa do jogo. O técnico Roberto Cavalo tirou o zagueiro improvisado no meio, André Vinicius, e colocou o volante Lídio. O Internacional retornou do vestiário com a mesma formação do primeiro tempo.

Assim como na primeira etapa, a partida seguiu fria, sem oportunidades claras de gol. O Internacional tocava bastante a redonda, mantinha a posse de bola e segurava o empate, que garantia o acesso para a Série A. Já o Oeste seguia apostando nos lançamentos para o ataque.

Aos 23 minutos, o volante Edenílson recebeu a bola no meio de campo, carregou até perto da área e disparou um forte chute. O goleiro Rodolfo fez boa defesa, espalmando a redonda para longe.

Após trapalhada da defesa colorada, o artilheiro Mazinho ficou com a bola na ponta direita da grande área, mas o atacante não soube aproveitar a oportunidade e bateu muito mal na redonda.

No último lance da partida, em contra-ataque, o atacante Carlos desperdiçou a chance de fazer o único gol do jogo, mas mandou para fora.

As duas equipes retornam a campo na 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No sábado, às 17h (de Brasília), o Internacional visita o Goiás no estádio Serra Dourado, em Goiânia (GO). Um pouco mais tarde, às 17h30 (de Brasília), o Oeste encara o ABC, no estádio Frasqueirão, Natal (RN).

FICHA TÉCNICA:

OESTE-SP 0 X 0 INTERNACIONAL

Local:
 Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 14 de novembro de 2017, terça-feira
Horário: 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez – PE
Assistentes: Clovis Amaral da Silva – PE e Marcelino Castro de Nazare – PE
CARTÕES AMARELOS Oeste-SP: André Vinicius Internacional: Léo Ortiz, Camilo

OESTE-SP: Rodolfo; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e William Cordeiro; Wilson Mathias, André Vinícius (Lídio), Mazinho e Rapahel Luz; Danielzinho (Jheimy) e Velicka (Robert). Técnico: Roberto Cavalo

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Léo Ortiz, Thales e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, Camilo e Felipe Gutiérrez (Charles); Eduardo Sasha (Carlos) e William Pottker (Nico López). Técnico: Odair Hellmann