Estatura alta da Inglaterra complicou o Brasil, diz Fernandinho

Gazeta Press

Pedro Martins/MoWA Press
Fernandinho, em ação contra a Inglaterra
Fernandinho, em ação contra a Inglaterra

A seleção brasileira não conseguiu furar a retranca inglesa e empatou por 0 a 0, na tarde desta terça-feira, no Estádio de Wembley, em Londres. Para o volante Fernandinho, a organização e a altura dos zagueiros britânicos foram decisivos para o confronto terminar sem gols no último jogo do ano para o time canarinho.

“Eles têm uma estatura bem alta, todos os zagueiros são bem altos. Tentamos fazer algumas cavadas com infiltrações dos meias e atacantes, mas eles estavam bem postados e tivemos dificuldades com isso”, afirmou Fernandinho, em entrevista ao canal Sportv.

Com sua formação considerada ideal, o Brasil dominou as ações ofensivas da partida, mas não conseguiu transpor o 3-5-2 da Inglaterra, que foi a campo desfalcada de oito jogadores. Nos minutos finais, Fernandinho, que entrou no lugar de Renato Augusto no segundo tempo, quase marcou o gol da vitória brasileira em chute de fora da área.

Gian analisa empate entre Inglaterra e Brasil e diz que empolgação em excesso atrapalha qualquer seleção

“Contra um time muito fechado, com uma linha defensiva de cinco jogadores, movimentar a bola mais rápido talvez fosse a solução. No primeiro tempo, foi difícil encontrar uma jogada de gol. No segundo, abrimos mais espaços, mas infelizmente não conseguimos marcar”, declarou o volante.

João Castelo Branco relata clima em Wembley durante Inglaterra x Brasil e analisa: 'No fim, não foi um grande jogo'

Dando sequência à preparação para a Copa do Mundo de 2018, o Brasil tem dois amistosos já confirmados para o ano que vem. Em 23 e 27 de março, a seleção enfrentará Rússia e Alemanha, em Moscou e Berlim, respectivamente. Serão os últimos dois testes antes da convocação, marcada para o início de maio.