PASSAPORTE CARIMBADO - Rússia-2018: Dinamarca

ESPN.com.br
DINAMARCA

Com a goleada por 5 a 1 sobre a Irlanda, somada ao empate por 0 a 0 no duelo de ida, a Dinamarca carimbou o passaporte para a Copa do Mundo de 2018. Será o 5º Mundial dos dinamarqueses, que voltam à competição após terem ficado de fora da edição de 2014. Nas eliminatórias, a equipe alvirrubra aproveitou ao máximo sua boa geração fez boa campanha, ficando à frente de Montenegro e Romênia e atrás somente da líder Polônia. Com isso, a Dinamarca ganhou o direito de disputar a repescagem contra os irlandeses. Após um jogo feio na ida, os daneses "comeram a bola" na partida de volta e golearam o adversário fora de casa, garantindo a vaga no Mundial até com certa facilidade. No ano que vem, a esperança é ao menos igualar a campanha de 1998, quando o time caiu nas quartas para o Brasil. 

Assista aos melhores momentos da vitória da Dinamarca sobre a Irlanda por 5 a 1!
  • Técnico

AAGE HAREIDE
Ex-zagueiro, o norueguês passou pelo futebol inglês defendendo Manchester City e Norwich nos anos 80. Pendurou as chuteiras em 1987, no Molde, e começou sua carreira de técnico no próprio time. Ao longo da carreira, teve muito sucesso em clubes de Dinamarca, Noruega e Suécia, conquistando títulos nacionais nos três países, e dirigiu a seleção norueguesa entre 2003 e 2008. Após boa passagem pelo Malmo entre 2014 e 2015, conquistando um Campeonato Sueco e uma Supercopa da Suécia, foi convidado para assumir a seleção dinamarquesa no lugar de Morten Olsen, que não havia conseguido a classificação para a Eurocopa de 2016. Com um grande trabalho, levou a Dinamarca de volta a uma Copa do Mundo (e de quebra mostrando um bom futebol), chegando com muita moral ao Mundial de 2018.

  • Craque

CHRISTIAN ERIKSEN
Um dos maiores talentos já surgidos na Dinamarca, o meia começou a carreira no futebol de seu país, mas foi "pinçado" pela rede de olheiros do Ajax e levado para a Holanda ainda nas categorias de base. Profissionalizou-se pela equipe de Amsterdã e teve ótimas temporadas na sequência pelo gigante europeu, conquistando quatro Campeonatos Holandeses, uma Copa da Holanda e uma Supercopa da Holanda. Não demorou para o talentoso armador despertar a atenção do Tottenham, que o contratou em 2013 por 11 milhões de libras (R$ 48 milhões, na cotação atual). Na Premier League, seu jogo cresceu ainda mais, e hoje ele é não só um dos grandes destaques dos Spurs, ao lado de Harry Kane e Dele Alli, como de todo o Campeonato Inglês. Hoje com 25 anos, é avaliado pelo site especializado Transfermarkt em 50 milhões de euros (R$ 195,5 milhões) e está na mira de diversos gigantes do "Velho Continente". Eriksen defende a seleção dinamarquesa desde a categoria sub-15, e joga pela equipe principal desde 2010. Ele, inclusive, foi convocado para a Copa do Mundo de 2010, sendo o atleta mais jovem de todo o torneio. Na ocasião, entrou em campo duas vezes, mas viu sua equipe ser eliminada na fase de grupos. Agora, chega como grande nome do time ao Mundial de 2018, e com a responsabilidade de fazer a Dinamarca jogar bem e conseguir ao menos ir às oitavas de final. Futebol a esse mais do que talentoso meia não falta, como foi visto no jogo de volta da repescagem europeia contra a Irlanda: três gols de Eriksen na goleada por 5 a 1 e passaporte carimbado para ir à Rússia.

 

  • Ficha do país

  • Capital: Copenhague

    Área: 42.931 km²

    Habitantes: 5.748.769 (2017)

    PIB: US$ 285,468 bilhões (2017)

  • Campanha nas eliminatórias
  • Avançou na repescagem

  • Títulos
  • 0

  • Desempenho em Copas
1930 Não participou das eliminatórias
1934 Não participou das eliminatórias
1938 Não participou das eliminatórias
1950 Não participou das eliminatórias
1954 Não participou das eliminatórias
1958 Não se classificou
1962 Não participou das eliminatórias
1966 Não se classificou
1970 Não se classificou
1974 Não se classificou
1978 Não se classificou
1982 Não se classificou
1986 Eliminada nas 8ªs de final (9º lugar)
1990 Não se classificou
1994 Não se classificou
1998 Eliminada nas 4ªs de final (8º lugar)
2002 Eliminada nas 8ªs de final (10º lugar)
2006 Não se classificou
2010 Eliminada na fase de grupos (24º lugar)
2014 Não se classificou