Mo Farah recebe distinção de cavaleiro do Império Britânico

EFE

Ramsey Cardy/Sportsfile via Getty Images
Mo Farah recebeu a homenagem nesta terça
Mo Farah recebeu a homenagem nesta terça

Campeão olímpico nas provas de 5.000 e 10.000 metros nos Jogos Olímpicos de Londres e do Rio de Janeiro, o fundista britânico Mo Farah recebeu da rainha Elizabeth II nesta terça-feira a distinção de cavaleiro do Império Britânico, em cerimônia realizada no palácio de Buckingham, em Londres.

O atleta de 34 anos, que nasceu na Somália e tem pai britânico, recebeu as distinções pelos serviços prestados em prol do esporte do Reino Unido.

"Como alguém que veio da Somália com oito anos, sem falar uma palavra de inglês, é incrível ser reconhecido no país", afirmou o homenageado após a cerimônia.

Mo Farah encerrou a carreira nas pistas neste ano e pretende se concentrar na prova de maratona. Ao ser questionado pela imprensa se tinha deixado de correr, o atleta reforçou os novos planos.

"Já disse que não. Vou correr a maratona de Londres. Quero correr nas ruas. Dizem que é maravilhoso", comentou o atleta.

Ao sair do palácio de Buckingham, o atleta fez o "mobot", o gesto com os braços sobre a cabeça com o qual costuma comemorar suas vitórias. Perguntado se fez a pose dentro do palácio, Farah disse que não porque teria sido "mal-educado demais".

Sobre uma eventual participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, o atleta deixou o futuro em aberto e disse que dependerá de seus resultados na maratona.

"Já veremos. Se eu for capaz de conseguir uma medalha ou de estar perto de uma medalha, vocês me verão lá", comentou.