Aos 38 anos, Stepanek anuncia aposentadoria para preservar a saúde

EFE
Getty
Stepanek anunciou a aposentadoria
Stepanek anunciou a aposentadoria

O tcheco Radek Stepanek, vencedor de cinco títulos de simples e 18 de duplas, anunciou nesta terça-feira o fim da carreira como tenista, aos 38 anos, para não colocar a saúde em risco.

"Não vou continuar competindo. Termino a minha trajetória com o tênis", disse o tenista, visivelmente emocionado, em entrevista coletiva em Praga.


De acordo com o jogador, que já foi submetido a duas cirurgias nas vértebras cervicais e nas lombares, o corpo já não tem a mesma capacidade de competir em alto nível.

"Este último ano, depois da operação, não foi fácil. Não quero colocar em risco a minha vida e nem a próxima etapa que me espera", acrescentou.

Stepanek, que chegou a ser o oitavo melhor do mundo no ranking de simples, em 2006, e quarto nas duplas, em 2012, foi um dos tenistas mais importantes da República Tcheca na Copa Davis, da qual foi campeão em 2012 e 2013.

"Sempre soube que a etapa do tênis é limitada e quis que durasse ao máximo, mas devo ser realista e ver se o corpo aguenta ou não. Lutei até o último suspiro, e chegou o momento de outra coisa", afirmou o tenista, ao dizer que a vida ainda o reserva "muitas outras boas vivências fora das quadras".

De acordo com o fisioterapeuta tcheco Pavel Kolar, após duas cirurgias "há um alto risco de reincidência com a carga das partidas, o que tornaria necessária outra operação, e uma piora da qualidade de vida" de Stepanek.

"Ele pode continuar jogando tênis, mas as partidas representam um risco", disse o especialista.