Conheça o jogador que está há mais de 7 anos no Chelsea, não jogou sequer um minuto e agora terá que sair

ESPN.com.br

Getty
Matej Delac é goleiro e atuou apenas em um amistoso pelo Chelsea
Matej Delac é goleiro e atuou apenas em um amistoso pelo Chelsea

Você conhece Matej Delac? Não? Pois saiba que ele é o jogador do atual elenco que está há mais tempo no Chelsea.

Não que ele seja um ídolo ou uma lenda do time e da torcida. Longe disso, aliás: ele não jogou um minuto oficial sequer com a camisa dos "Blues".

Contratado ainda em setembro de 2010, quando tinha apenas 18 anos, o goleiro croata chegou para ser a quarta opção no banco de reservas do time londrino, atrás do então titular Petr Cech e dos suplentes imediatos Hilário e Ross Turnbull. Um problema com sua permissão de trabalho, entretanto, fez com que o jovem tivesse de adiar o sonho de entrar no gramado de Stamford Bridge e iniciar sua peregrinação pelo futebol mundial.

Primeiro, acabou logo emprestado ao Vitesse, time holandês que funciona como uma equipe de transição dos azuis. Depois, conheceu a República Tcheca, onde atuou pelo Ceske Budejovice e, na mesma temporada, chegou ao Vitória de Guimarães B, de Portugal.

Após mais uma passagem pelo croata Inter Zapresic, equipe que o revelara para o futebol e onde jogara antes de chegar à Inglaterra, chegou o momento de Delac estrear no Chelsea, mesmo que não de forma oficial: em 2014, foi titular do amistoso contra o Olimpija Ljiubljana, da Eslovênia, ao lado de nomes importantes como Azpilicueta, Fàbregas, Matic e Diego Costa.

Jovem do Chelsea emprestado ao Swansea conta que descobriu convocação para a seleção pela TV

Mas foi só. Sem ter sucesso em relação à sua permissão de trabalho, o goleiro croata voltou a ser emprestado e passou por Arles-Avignon, da França, Sarajevo, da Bósnia & Herzegovina, e, mais recentemente, o Mouscron, da Bélgica.

Agora, após mais de sete anos buscando seu espaço no Chelsea, Delac, aos 25, terá que deixar de vez o clube.

"O problema nunca foi minha qualidade. O Chelsea acreditou em mim, renovou meu contrato várias vezes, mas o problema sempre foi minha permissão de trabalho"., comentou o jogador, em entrevista ao jornal bósnio SportSport.

"Muitas pessoas me perguntam se eu me arrependo de ter vindo para o Chelsea tão jovem e não ter ido para times menores, mas não me arrependo. Sua carreira sempre pode ser melhor, mas eu tenho 25 anos e passei por muita coisa, conheci muitos treinadores, jogadores, ganhei experiência", completou.