Valentim evita comentar protestos, pede apoio e valoriza elenco após vitória do Palmeiras

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Valentim fala da atuação das novidades e diz: 'Cada dia estou aprendendo mais, me fortalecendo mais'

A vitória do Palmeiras sobre o Flamengo, alcançada na tarde deste domingo, foi antecedida por um protesto de dezenas de torcedores. O técnico interino Alberto Valentim, satisfeito com a exibição de sua equipe no Palestra Itália, evitou comentar a manifestação dos organizados.

Reunidos em frente ao centro de treinamento, torcedores cobraram jogadores, comissão técnica e diretoria. Um manifesto, assinado pela torcida Mancha Alviverde, pediu a saída de 11 jogadores. Durante a partida contra o Flamengo, no entanto, houve apoio maciço e mais de 27 mil pessoas nas arquibancadas.

“O que quero dizer ao torcedor: nossa entrevista coletiva conjunta foi para nos fortalecer, mas também para chamar os torcedores ao nosso lado, como estiveram hoje aqui dentro do estádio. Aproveito a chance para convocá-los novamente, porque vamos precisar muito deles”, afirmou Alberto.

Ao falar sobre as entradas de Felipe Melo, Luan, Michel Bastos e Deyverson, o técnico interino tratou de valorizar seu elenco. O quarteto atuou como titular nas vagas ocupadas por Bruno Henrique, Juninho, Egídio e Erik na recente derrota contra o frágil Vitória.

Fiasco? Fracasso? Comentaristas do Bate Bola discutem resultados do ano do Palmeiras

“Os jogadores que entraram conseguiram dar sua contribuição e suprir os lugares daqueles que vinham atuando com mais frequência. Quando falamos de um elenco forte, é isso. Estão todos de parabéns, assim como os outros atletas”, afirmou o treinador.

Com 57 pontos, o Palmeiras assume o terceiro lugar e, para manter a posição, precisa secar o Santos, que tem 56 pontos e enfrenta a Chapecoense às 20 horas (de Brasília) desta segunda-feira, na Arena Condá. O triunfo sobre o Flamengo marcou o fim de uma série de três jogos sem ganhar do time alviverde.

Felipe Melo fala sobre a torcida, pichação com seu nome e diz: 'Não sou personagem; sou transparente'

“Foi uma vitória muito boa, na qual tivemos o controle do jogo. A ideia era reverter os últimos resultados negativos e se distanciar de Botafogo e Flamengo, um rival direto em relação à Libertadores. Deixamos poucas chances para o adversário e o time todo está de parabéns”, afirmou Valentim.