Técnico da Bélgica diz que Guardiola faz De Bruyne ficar ‘arrogante’, e agradece

Tom Marshall, do ESPN FC
FILIPPO MONTEFORTE/AFP/Getty Images
Josep Guardiola e Kevin De Bruyne conversam durante City x Napoli
Josep Guardiola e Kevin De Bruyne conversam durante City x Napoli

O técnico da Bélgica, Roberto Martínez, acredita que o meia Kevin De Bruyne, do Manchester City, pode alcançar em breve o mesmo nível de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, donos dos últimos 10 prêmios de melhor do mundo da Fifa (cinco para cada).

Em entrevista exclusiva ao ESPN FC, o espanhol acredita que o belga precisará de "tempo e consistência" para chegar lá, mas afirmou que o destaque dos Citizens está "no caminho certo".

"É claro que ele pode (chegar ao nível de Messi e Ronaldo). É claro que, quando você analisa os jogadores mencionados (Messi e Ronaldo), obviamente você sabe que ele precisará manter a consistência em suas performances para alcançar esse nível. Isso só acontece ao longo de algumas temporadas", afirmou. 

"A nível de desempenho que Kevin vem mostrando nesta temporada e o que já apresentou na passada mostram que ele tem o potencial necessário para atingir esse altura. Não há muitos jogadores no mundo de quem você possa dizer isso", acrescentou.

De Bruyne vem sendo um dos principais destaques do líder da Premier League na atual temporada, e Martínez observa que o trabalho do meia com o técnico Josep Guardiola fez o atleta evoluir de muitas maneiras.

O treinador da Bélgica, porém, diz que a maior mudança pela qual o armador passou foi no comportamento. Segundo Martínez, hoje De Bruyne é menos tímido e mais "arrogante", e levou esse sentimento para a seleção nacional, que se tornou mais "confiante". 

Gol, passes precisos e mais: veja como De Bruyne comandou vitória do City sobre o Arsenal

"Dá para ver que ele tem uma conexão especial com Guardiola. Quando um jogador e um atleta pensam da mesma forma, o jogador se torna quase um treinador em campo. Acredito que as performances de Kevin são exatamente o que Guardiola quer dele", analisou.

"Guardiola arranca o melhor de Kevin, e De Bruyne agora é um jogador pronto a assumir o papel de líder e fazer a diferença no gramado", adicionou.

"Quando um novo técnico chega a um clube, com novas ideias, o atleta tem que sair de sua zona de conforto, e creio que De Bruyne usou tudo isso para melhorar seu jogo e elevar seu futebol a um outro nível", complementou.

Na entrevista, Martínez também falou sobre Eden Hazard, do Chelsea, que se tornou recentemente o grande líder da seleção belga e capitão do time. 

Após goleada na Champions, Guardiola rasga elogios a De Bruyne: 'Um dos melhores que já vi na vida'

Hazard é integra a Bélgica desde que fez 17 anos, em 2008, e nas últimas eliminatórias foi um dos grandes responsáveis pela classificação dos "Diabos Vermelhos" ao Mundial da Rússia, anotando seis gols na campanha.

"Há muitos tipos de líderes. Alguns gritam mais, outros menos, e outros são líderes pelo exemplo, como no caso de Eden. Ele acalma muito os atletas, mas também tem uma paixão enorme pelo jogo", explicou.

"Ele tem um caráter especial no campo. É sem dúvida um grande líder, alguém que pode crescer imensamente nos bastidores e assumir a responsabilidade nos grandes jogos", finalizou.