Surfe terá campeonato virtual para mulheres, com viagem para as Maldivas como prêmio

espnW.com.br

Getty
Marina Werneck lançou o SeaFlowers Digital, campeonato feminino de surfe
Marina Werneck lançou o SeaFlowers Digital, campeonato feminino de surfe

A freesurfer Marina Werneck, grande incentivadora do surfe feminino no Brasil, lançará o "SeaFlowers Digital”, campeonato virtual para mulheres. Inédita no País, a competição terá o mesmo formato do WT feminino, circuito mundial da WSL, com sete fases e cada uma com dois dias de votação. As surfistas selecionadas seguirão para etapa seguinte e assim por diante. As atletas poderão atualizar seus vídeos em cada fase ou sempre manter o mesmo. 

A grande campeã vai ganhar uma viagem para as Ilhas Maldivas, com tudo pago, e desfrutará da companhia de Marina Werneck e de uma equipe para registrar os melhores momentos. A segunda, terceira e quarta colocadas ganharão um kit de produtos de Hurley, Guaraná Antarctica e New Era. 

O projeto nasceu do desejo de Marina Werneck reativar o surfe feminino profissional no Brasil. Uma das principais porta-vozes do esporte, a surfista adaptou a competição para o formato digital. 
As regras serão disponibilizadas em seu novo site, que será lançado duranteo evento de apresentação do torneio, na próxima quinta-feira, em São Paulo. O grande diferencial do ‘SeaFlowers Digital’ é que meninas do país inteiro podem participar. 

“Desde o início, minha ideia com o Seaflowers foi criar um movimento em prol do surfe feminino, com a missão de inspirar uma união entre as surfistas do Brasil e uma revolução no cenário nacional. Meu foco, hoje, está em trazer de volta os campeonatos e os festivais, criar conteúdo, influenciar o mercado por meio de ativações digitais e, principalmente, motivar cada vez mais meninas e mulheres a surfar e acreditarem na carreira profissional. E foi dessa motivação que veio a ideia de criar o Seaflowers Digital, um campeonato digital com o objetivo de movimentar o surfe feminino de forma criativa e revelar grandes talentos”, explica Marina.

As interessadas em disputarem a competição devem publicar um vídeo em seu Instagram pessoal, por meio da tag @ma_werneck e da hashtag #SeaFlowersDigital, demonstrando seu desempenho na água. 

A avaliação de cada competidora será feita por três jurados técnicos e por um júri popular. Na banca dos jurados técnicos, os votos de Marina Werneck, da tricampeã mundial de surfe feminino da WSL Carissa Moore e de um convidado especial valerão um ponto cada e, na votação popular, realizada em uma plataforma do Facebook, os votos valerão dois pontos para a vencedora de cada enquete. 

Entre os dias 9 e 13 de janeiro de 2018, serão feitas as triagens, e as 18 hashtags com o maior alcance serão selecionadas. Os nomes das escolhidas serão divulgados no dia 18 de janeiro. 

A convite de Marina Werneck e da NN Consultoria, Neco Carbone, um dos shapers mais conceituados do Brasil, também participará da festa de lançamento do campeonato e produzirá uma prancha exclusiva para ser usada nas Ilhas Maldivas, com bloco de prancha fornecido pela Millenium. 

Marina Werneck

Marina Werneck nasceu no Rio de Janeiro e, desde pequena, tem uma relação especial com o mar. Cresceu inserida no mundo do surfe e começou a surfar com cinco anos por influência dos pais e amigos da família. Mudou-se para Florianópolis e, na nova cidade, o surfe foi se tornando cada vez mais presente no seu dia a dia. Aos 12 anos começou a competir e aos 15 se profissionalizou.

Destaque em circuitos nacionais e internacionais, passou a dedicar sua carreira, desde 2012, ao Freesurf, modalidade não competitiva que se tornou tendência entre jovens ídolos mundiais e nacionais, valorizando o estilo de vida do surfe.

Reconhecida como embaixadora do surf feminino, Marina luta para abrir espaço para as mulheres do esporte no Brasil, tendo idealizado o projeto Seaflowers Crown of Surfing em parceria com a World Surf League, que em 2016 colocou novamente em evidência as atletas do País.

Cronograma:

09 a 13/01/2018 – Triagem
18/01/2018 – Anúncio das 18 competidoras
23/01/2018 – Fase 1: 18 competidoras (6 baterias de 3). Campeã vai para a fase 3 e a segunda e terceira colocada para a fase 2
25/01/2018 – Fase 2: 12 competidoras (6 baterias de 2). Campeã vai para a fase 3 e perdedora fica fora da próxima etapa
27/01/2018 – Fase 3: 12 competidoras (4 baterias de 3). Campeã vai para as quartas de final e a segunda e terceira colocada para a fase 4
29/01/2018 – Fase 4: 8 competidoras (4 baterias de 2). Campeã vai para as quartas de final e perdedora fica fora da próxima etapa
01/02/2018 – Quartas de final: 8 competidoras (4 baterias de 2). Campeã vai para a semifinal e perdedora fica fora da próxima etapa
05/02/2018 – Semifinal: 4 competidoras (2 baterias de 2). Campeã vai para a final e e perdedora fica fora da próxima etapa
08/02/2018 – Final – 2 competidoras (1 bateria de 2) – Campeã vai para as Ilhas Maldivas
12/02/2018 – Anúncio da campeã
03/03 a 12/03/2018 – Viagem para as Ilhas Maldivas