Corinthians visita o Botafogo e tenta voltar a vencer fora após dois meses

ESPN.com.br com agência Gazeta Press

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Romero, no empate entre Corinthians e Grêmio no Campeonato Brasileiro
Romero, no empate entre Corinthians e Grêmio no Campeonato Brasileiro

Líder do Campeonato Brasileiro, mas longe da espetacular campanha do primeiro turno, o Corinthians tenta aos poucos reconstruir seu estilo de futebol para encaminhar o título da competição. Nesta segunda-feira, às 20h (de Brasília), o time visita o Botafogo com o objetivo de retomar uma das suas principais características da temporada: o bom desempenho na condição de visitante.

A última vez em que saiu-se vencedor de uma partida longe de Itaquera foi no triunfo por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no dia 23 de julho, ainda no começo do returno. Desde então, os comandados de Fábio Carille jogaram cinco duelos fora do seu estádio, com três empates e duas derrotas, somando tanto Brasileiro quanto a Copa Sul-Americana.

“Se eu fosse o torcedor, também teria essa preocupação. O que me deixa mais tranquilo é a dedicação dos atletas no dia a dia e o campeonato está se mostrando assim. Pela nossa campanha no segundo turno, os adversários tinham de estar mais perto. O que me deixa mais tranquilo é o desempenho dos meus atletas. Eu só cobro o que a gente já fez”, disse o comandante corintiano, que viu seu time perder para o Bahia e empatar para o Grêmio nos dois últimos jogos, desperdiçando a chance de abrir uma margem maior de pontos na liderança.

Balbuena pede foco: 'Minha vontade é tentar ser campeão agora. Não posso pensar no futuro'

Para o duelo, o time que deve ir a campo tem os mesmos titulares que encararam os gaúchos, já que o zagueiro Pablo não conseguiu se recuperar de uma contratura muscular na coxa esquerda. Pedro Henrique, que jogou os últimos quatro jogos, mais uma vez formará a dupla de zaga ao lado do paraguaio Balbuena.

O comandante, porém, testou mudanças no treino do último sábado, em que colocou o meia Marquinhos Gabriel e o atacante Clayson no lugar do volante Gabriel e do também atacante Romero, deixando a formação mais ofensiva. Além disso, em entrevista coletiva, Carille não descartou que pode propor mudanças na escalação principal corintiana.

A atenção por parte dos torcedores também é algo que tem feito parte da rotina dos botafoguenses, ainda de forma ainda mais acintosa. Na última quinta-feira, a delegação foi recebida sob protestos no aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro, depois de empatar com o Avaí em Santa Catarina.

ESPN
Botafogo foi recebido com protestos no aeroporto
Botafogo foi recebido com protestos no aeroporto

No entanto, o técnico do Botafogo, Jair Ventura, é outro que assegura que desespero não existe no clube. Por parte dos jogadores, tranquilidade é, de fato, a palavra de ordem pelos lados de General Severiano. Sem vencer há duas rodadas do Brasileirão, os cariocas fecham a zona de classificação para a Copa Libertadores na sétima colocação, com 44 pontos.

“Estamos cientes de que o grau de dificuldade aumenta na reta final, também porque os jogadores ficam mais desgastados. Mas a confiança de que temos potencial para atingirmos os nossos objetivos e a vontade continuam do mesmo jeito. O nosso pensamento está todo nesta partida contra o Corinthians”, destacou Jair.

“Vamos trabalhar cada vez mais forte para que os bons resultados possam aparecer. Estamos tranquilos porque sabemos que luta não tem faltado e que é normal em uma competição tão longa esse tipo de oscilação. O importante é que seguimos todos compromissos com o objetivo”, ressaltou o volante Rodrigo Lindoso.

Diante do Corinthians, Gatito pede que Botafogo valorize mando de campo

Em termos de escalação, o Botafogo terá o reforço do zagueiro Joel Carli, que cumpriu suspensão diante do Avaí e vai reaparecer no lugar de Marcelo. O restante do time será o mesmo que atuou em Santa Catarina.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram na Arena Corinthians, em São Paulo (SP). Naquela ocasião o Corinthians ganhou por 1 a 0 e Jô marcou o único gol do confronto.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X CORINTHIANS

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23 de outubro de 2017 (Segunda-feira)
Horário: 20h(de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Bruno Silva e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Brenner
Técnico: Jair Ventura

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Fabián Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel (Marquinhos Gabriel), Maycon, Jadson, Rodriguinho e Ángel Romero (Clayson); Jô
Técnico: Fábio Carille