Com Mina e Coutinho, jornal faz 'termômetro' de quem pode chegar no Barcelona; veja quem está mais quente

ESPN.com.br
Getty
Philippe Coutinho e Yerry Mina, alvos do Barcelona para 2018
Philippe Coutinho e Yerry Mina, alvos do Barcelona para 2018

Líder 100% do Campeonato Espanhol, o Barcelona ainda não está contente com o plantel para esta temporada. Afinal, alvos na última janela de transferências não foram concretizados, e o elenco blaugrana ainda possui carências. O jornal Sport publicou nesta sexta-feira um "termômetro" sobre jogadores que seguem na mira do Barça e que podem chegar ainda em janeiro... ou só na próxima temporada.

Atualmente, segundo o diário, quem está mais quente para chegar ao Barcelona é Philippe Coutinho. O Liverpool rejeitou todas as investidas sobre o meia brasileiro, mas agora os catalães devem ter a concorrência do Paris Saint-Germain.

Messi é recebido por fãs no retorno a Barcelona e distribui autógrafos em aeroporto

"Neymar está tratando de convencer Coutinho, mas o jogador segue preferindo a opção blaugrana", garante a reportagem.

"No Barça ainda o esperam, convencidos de que se trata de um jogador-chave no futuro da entidade. Sua polivalência - pode jogar por dentro ou como extremo - também joga a seu favor".

Outro atleta citado como "quente" é Yerry Mina.

O hoje defensor do Palmeiras já tem um contrato com o Barcelona, que deve exercer sua preferência após a Copa de 2018.

De volta aos treinos, Yerry Mina faz 'cumprimentos especiais' com jogadores do Palmeiras

O Sport considera o colombiano "uma das grandes apostas do futuro do Barça" e reconhece que "não será até junho quando se somará ao projeto azulgrana".

O meia Leon Goretzka, do Schalke 04, tem vínculo com o time alemão até junho de 2018 e despertou interesse também do Bayern de Munique. Por isso, o diário coloca o jogador da atual seleção campeã mundial como "médio" de temperatura.

Iniesta renova com Barcelona de forma vitalícia: 'Dia muito especial para mim'

Enquanto isso, Jean Michael Seri aparece como frio com o desejo do Barcelona.

O meio-campista do Nice reclamou do tratamento recebido pela diretoria catalã e é dado como carta fora do baralho para o futuro.