Wenger admite: Arsenal pode vender Alexis Sánchez e Özil em janeiro

ESPN.com.br

Getty Images
Wenger espera que eles fiquem, mas admite negociar
Wenger espera que eles fiquem, mas admite negociar

Arsène Wenger admitiu que o Arsenal talvez seja forçado a negociar Özil e Alexis Sánchez em janeiro, para não acabar perdendo os jogadores sem ganhar um centavo sequer.


Tanto o contrato do alemão quanto o do chileno se encerram na metade de 2018, e ambos ficarão livres para assinarem pré-contratos com outras equipes a partir de janeiro. O técnico do clube inglês ainda espera renovar, mas já está aberto a negociar.

“Uma vez que estamos neste tipo de situação, cogitamos todos os tipos de solução. Então é possível”, disse Wenger sobre a chance de aceitar a venda dos jogadores na janela de transferências do inverno europeu.

O treinador não colocou um prazo para encerrar as conversas de renovação com ambos, e disse estar animado pelas palavras do agente de Özil, que afirmou que o alemão quer seguir na Premier League.

Quem merece mais? Veja os candidatos a técnico do mês de setembro na Premier League

“Eu sempre disse que pelo fato de não termos chegado a um acordo no ano passado não significava que o jogador ia sair. Ambos atletas parecem felizes aqui e espero que a situação se resolva”, disse Wenger.

“No momento, não estamos perto o suficiente de anunciar qualquer coisa”, completou.