Palmeiras recebe o Bahia tentando iniciar sequência perfeita

Agência Gazeta Press
Divulgação/Palmeiras
Palmeiras encara o Bahia nesta quinta
Palmeiras encara o Bahia nesta quinta

Se o Palmeiras entrou em campo nas últimas rodadas falando em vencer para seguir com o sonho de conquistar o Campeonato Brasileiro, o pensamento para o jogo desta quinta-feira, às 21h (de Brasília), é vencer o Bahia para voltar ao G-4 do torneio nacional. Além disso, o Palmeiras já estabeleceu o objetivo até o final do Brasileirão: vencer os 12 jogos restantes.

A derrota no clássico contra o Santos, no último final de semana, não afastou as esperanças palmeirenses de ser campeão brasileiro. 12 pontos atrás do líder Corinthians, Dudu evitou colocar pressão na equipe, mas deixou claro que não jogou a toalha e tem expectativa por uma campanha perfeita até o final do torneio.


“Não tem conta diferente a não ser ganhar os 12 jogos. A gente joga para vencer os 38, mas às vezes não acontece. É possível vencer 12 partidas, mas não tem como vencer 12 se não passarmos pelo Bahia. Temos que estar focados amanhã para fazer um grande jogo, conquistar os três pontos, dar um passo de cada vez e ver o que o campeonato nos oferece ainda”, afirmou o capitão, seguindo o discurso do técnico Cuca.

O time é o quinto colocado da Série A com 43 pontos ganhos. No entanto, a equipe segue na zona de classificação direta para a Copa Libertadores, já que o Cruzeiro, quarto com um ponto a mais, tem vaga garantida pelo título na Copa do Brasil.

Já o Bahia soma 31 pontos. Além dos problemas com a tabela de classificação, o técnico Paulo César Carpegiani tem três desfalques certos para montar a escalação tricolor.

Willian comemora semana de trabalho, clima no elenco e elogia gramado do Pacaembu: 'Espetacular'

Emprestados pelo Palmeiras, Thiago Martins, Matheus Sales e Allione não poderão enfrentar sua ex-equipe por conta de um acordo entre os dois times. No contrato do trio, está previsto que o Bahia teria que pagar uma multa para escalar os atletas, o que não irá ocorrer.

Além disso, Carpegiani tem dúvidas se irá escalar Rodrigão ou Edigar Junio como centroavante. Em compensação, terá o retorno do titular Renê Júnior, que ficou cerca de 20 dias afastado dos gramados, mas acredita estar em boas condições físicas para o confronto.

“O Carpegiani conversou comigo sobre a parte física, mas não acredito que isso será um grande problema. Sou um atleta que atinjo meu auge jogando, entrando em campo, e dessa vez não será diferente. Fiquei um pouco mais de 20 dias parado por causa dessa lesão e, claro, perde-se um pouco de ritmo. Sou um jogador de força, e o físico é muito importante na função que desempenho dentro de campo. Como a lesão não foi tão grave, acredito que, com duas ou três partidas, eu já esteja novamente atuando no meu máximo e ajudando o Bahia da melhor forma para somar pontos no Brasileiro”, afirmou o volante.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS X BAHIA

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 12 de outubro de 2017, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean (Fabiano), Edu Dracena (Thiago Santos), Juninho e Egídio; Tchê Tchê, Bruno Henrique, Moisés e Dudu; Willian e Deyverson (Guerra ou Róger Guedes). Técnico: Cuca

BAHIA: Jean; Eduardo, Rodrigo Becão, Lucas Fonseca e Juninho; Feijão, Juninho e Vinícius; Zé Rafael, Mendoza e Rodrigão. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani