Mundial de 'LoL': Torcedores chineses ainda acreditam que EDG continua na disputa

Kelsey Moser/ESPN.com

Kelsey Moser/ESPN.com
Os três times chineses no mundial de LoL recebem o apoio de seus fãs em Wuhan, China.
Os três times chineses no mundial de LoL recebem o apoio de seus fãs em Wuhan, China.

O terceiro dia do campeonato mundial de League of Legends em 2017 marcou o primeiro e único encontro dos três representantes da Pro League no mesmo palco: EDward Gaming, Team WE e Royal Never Give Up.

Mas, para a multidão de fãs que não parou de incentivar os esquadrões chineses, o terceiro dia foi especial. A partida de abertura teve a Team WE, equipe dominante no final de 2012 e início de 2013, e a marca de LoL mais famosa do mundo: Team SoloMid.

Quando Yiliang "Doublelift" Peng disse à multidão na transmissão que a TSM ganharia desta vez pois, no MSI, seu time conseguiu um empate de 1 a 1 com a WE sem sua participação, a multidão aplaudiu tão alto quanto o discurso feito por Xiang "Condi" da Renjie.

A magia que antecedeu a disputa entre TSM e WE infelizmente diminuiu ao longo da partida. A TSM escolheu campeões de baixa pressão em rotas para enfrentar a composição da WE. Condi, previsivelmente, preencheu a parte inferior do rio com sentinelas e procurou brechas na entrada da selva do lado azul. A equipe da WE permaneceu agrupada na rota inferior para empurrar Dennis "Svenskeren" Johnsen.

Com a combinação de Sejuani e Shen no nível seis, qualquer erro teria um preço alto, mas enquanto Kevin "Hauntzer" Yarnell pressionou o lado superior do mapa em resposta à ação da Team WE, a Team SoloMid tomou a frente.

"É uma droga, pois tive de ser sacrificado", disse Svenskeren, encolhendo os ombros após a disputa. Quando Ke "957" Changyu usou teleporte fora de hora, Hauntzer quase levou a primeira torre sozinho. A WE enviou três membros para tentar pegar Hauntzer, mas sem sucesso, dando a TSM a oportunidade para assumir o controle na rota central e capturar um Dragão da Montanha na volta de Svenskeren.

Ao longo da partida, a TSM manteve-se à frente nos objetivos mesmo com alguns erros. Os espectadores gritavam alto para a WE, mas quando a Team SoloMid virou a partida, eu ainda podia ouvir "vivas" da sala de imprensa. A jogada vencedora do Team SoloMid começou com pressão na rota superior enquanto a equipe aguardava na entrada da selva no lado azul próximo à pista central e Sin "Mystic" Seongjun percorria a rota superior com força.

A torcida chinesa têm a reputação de ficar em silêncio quando as equipes da LPL perdem, mas alguns torcedores locais de "preto e branco" demonstraram apoio à maior organização da América do Norte com sinais que diziam "Melhor atirador" e "Todos os outros são 'lixo'".

WE e TSM é um jogo de grande importância internacional, e a vitória da TSM poderia colocá-la em posição de se tornar a primeira equipe norte-americana a fazer uma semifinal do mundial desde Temporada Um.

A Europa finalmente consegue algumas vitórias

Apesar do calendário fácil para os representantes europeus, G2 Esports e Misfits Gaming, Martin "Deficio" Lynge fez uma previsão audaz de que a região, com "0-4" até então, consultaria "sua primeira vitória" no sábado. A escolha feita pela Misfits por Trundle no topo para deter Cho'Gath fez efeito.

No lado vermelho, a composição da Misfits trouxe Janna, cujo ultimate poderia deter os avanços nos 10 aos 11 minutos que a Flash Wolves adora fazer no lado azul. Janna também foi um pesadelo para Cho'Gath, que teve uma participação limitada.

Apesar dos movimentos iniciais permitirem a liderança da Misfits, a equipe hesitou em buscar confrontos. Tristan "PowerOfEvil" Schrage admitiu que Lee "IgNar" Donggeun é mais ativo na busca por oportunidades para começar lutas, então moveu-se para impedir que os Suportes dificultassem a ação da equipe. Mas a Misfits não mostrou o mesmo empenho que a Flash Wolves.

Hu "SwordArt" Shuojie esteve mal posicionado, o que limitou a sua eficácia, e a Flash Wolves não evitou as lutas que Misfits buscava, contribuindo para uma vitória épica para a Europa. A G2 Esports trouxe a pontuação geral da UE para "2-4" com uma vitória sobre a 1907 Fenerbahçe Esports.

Alfonso "mithy" Aguirre Rodríguez ficou aliviado com a forma como a primeira vitória da G2 aconteceu. Ele confessou seus medos pessoais nos primeiros 10 minutos de jogo para mim após a vitória, que fizeram parte das partidas da G2. Os maiores motivos para toda essa dificuldade foram a fase de escolha dos campeões e uma melhor compreensão do meta.

"Mas o meta soa bastante direto no momento", disse Mithy. "Pelo menos, é o que parece".

A falta de grandes mudanças no patch entre a final da LCS e o mundial deu a G2 uma sensação de facilidade na fase de grupos. Absorver o meta sempre faz com que o time tenha inícios mais cautelosos em eventos internacionais, mas com uma melhor compreensão desta vez, a G2 se sentiu mais confiante para fechar sua semana contra a Royal Never Give Up.

RNG cresce na disputa contra equipe coreana

Kelsey Moser/ESPN.com
Os torcedores mantêm sinais de apoio à equipe chinesa Team WE no mundial no sábado, em Wuhan, China.
Os torcedores mantêm sinais de apoio à equipe chinesa Team WE no mundial no sábado, em Wuhan, China.

É confiança o que a G2 precisa após a RNG se tornar a "queridinha" da liga chinesa após conquistar a primeira e única vitória sobre uma equipe sul-coreana do torneio. A emoção que os fãs chineses perderam com a derrota de WE para a Team SoloMid voltou como um furacão quando a Royal Never Give Up e Jian "Uzi" Zi-hao tomaram ao palco central.

A saudação começou antes mesmo da fase de escolha, o que deu à RNG algumas combinações apertadas entre Galio, Jarvan IV, Tristana e Janna. A composição colocou o ônus sobre Li "xiaohu" Yuanhao para não se posicionar como Syndra contra Maokai e Rakan, mas deu opções de escalada para RNG, engajamento e vantagens nos combates.

Talvez fosse um pouco desrespeitoso com a Samsung.

"Ficamos surpresos ao ver as escolhas", disse Yan "LetMe" Jun Ze após o jogo, "mas a Samsung também tinha a disposição uma boa composição, então não ficamos muito surpresos".

Eu tenho que discordar com o topo da RNG. Embora a composição da Samsung fosse coesa e forte no papel, alinhado com o meta, a capacidade da RNG em se engajar e Uzi livre para lutar poderia facilmente bater de frente com a linha da frente da Samsung. A Samsung teve a opção de usar Ryze como uma alternativa nos flancos e manter Syndra na pressão indefinidamente, mas a RNG encontrou opções para alternar de rotas facilmente e fazer avanços caóticos.

Apesar das probabilidades e da reputação da Samsung em combates e contra-ataques, LetMe soube que a RNG venceu quando o time conseguiu quatro abates e marchou para o Barão. Assim como o público.

Os gritos de incentivo podiam ser ouvido em todo o estádio, e os fãs bateram juntos seus bastões fervorosamente. Mesmo na sala de imprensa internacional, jornalistas de países vizinhos e dos EUA deixaram escapar alguns gritos.

Quando a partida terminou, esperei na área de entrevistas para conversar com LetMe e fiquei ao lado do favorito da multidão, Uzi. Quase todos os membros da imprensa pararam para felicitá-lo pessoalmente, e um dos membros da equipe da Riot olhou um monitor com jogadas de destaque e suspirou 'estou tão feliz por Uzi' como se ninguém estava por perto para ouvir isso.

Vantagem caseira

O público demonstrou sua emoção após a vitória da Royal sobre a Samsung, sua verdadeira tarefa começou quando a EDward Gaming, ainda ferida após a derrota da SK Telecom T1 no dia anterior, entrou no palco.

A combinação Syndra e Shen da Cloud9 funcionou especialmente bem para punir Lee "Scout" Ye-chan na rota central, transformando a tentativa de Lucian de abate no first blood. A Cloud9 assumiu o controle da selva da EDward Gaming, e Jung "Impact" Eon-yeong forçou Chen "Mouse" Yu Hao próximo a uma torre, adquirindo a vantagem em poucos minutos.

Mesmo antes da fase de grupos, os problemas da EDward Gaming pareciam evidentes. Scout tende a jogar agressivamente para causar um uma "bola de neve" pois, sem ele, a EDG não possui uma ameaça de carry significativa. Isso muitas vezes coloca Scout em situações embaraçosas de jogar adiantado, mas sem visão.

A Cloud9 venceu o jogo e praticamente acabou com as chances da EDward Gaming em avançar além da fase de grupos. Porém, o primeiro colocado da China ainda possui uma vantagem.

Wuhan é a cidade natal do rosto mais famoso da EDward Gaming, Ming "Clearlove7" Kai, e mesmo que a equipe tenha marcado 0-3 nesta semana, esses laços são importantes. À medida que ambas as equipes deixaram o palco, o estádio continuou a animar o herói da cidade, enquanto os fãs baixaram seus banners e deixaram o local.

Sábado, assim como no dia anterior, os fãs se reuniram no portão da parte de trás do ginásio de esportes de Wuhan. O público manteve faixas com palavras de encorajamento para os jogadores da EDG. Eles esperaram a EDward Gaming para apoiar seu time favorito na derrota.

"É a vantagem de se jogar em casa", explicou o jovem Atirador Hu "iBoy" Xianzhao. "Mesmo perdendo a partida, eles [a torcida] ainda estarão lá, torcendo por você".

A EDward Gaming tem uma tarefa quase impossível nesta semana, mas ainda tem chance para conseguir sua vaga rumo às quartas de final. A equipe tem a seu favor estar em Wuhan, onde as palmas para Clearlove7 serão sempre as mais altas.