Membro da Red Bull detona Massa: 'Seria melhor ele se aposentar logo'

ESPN.com.br
Getty
Felipe Massa antes do GP do Japão de Fórmula 1 em 2017
Felipe Massa antes do GP do Japão de Fórmula 1 em 2017

O GP do Japão de Fórmula 1, no último final de semana, teve um final emocionante com Lewis Hamilton segurando a pressão de Max Verstappen para vencer.

No entanto, a Red Bull reclamou dos retardatários que, para a equipe, atrapalharam o possível triunfo do piloto holandês. E sobrou para Felipe Massa.

Desculpas de Sainz, Ocon muito lento, sensatez de Verstappen e marra de Raikkonen; veja áudios da F1

Assim que safety car virtual foi desativado, Verstappen foi para cima do britânico, mas Fernando Alonso e o brasileiro disputavam a décima posição logo à frente, o que fez com que os líderes demorassem para lhes colocar uma volta.

O espanhol recebeu dois pontos em sua carteira na FIA por causa disso.

Conselheiro da Red Bull, Helmut Marko voltou suas atenções com Massa e disparou críticas ao canal de TV austríaco ORF.

Victor Martins faz panorama geral sobre o GP do Japão e diz: 'O Hamilton está com o campeonato ganho'

"Max tinha o ritmo para atacar Hamilton. Não pode ser que quando os líderes se aproximem você libere depois de tantas curvas. Sem esse episódio, teríamos tido um final emocionante. Seria melhor que Massa se aposente logo", afirmou.

Ao Ziggo Sport, o brasileiro da Williams defendeu o que fez em Suzuka: "Deixei Lewis passar na reta, mas o problema foi que logo tinha muitas curvas. No primeiro setor, é muito difícil abrir, além disso também estava em uma luta com Alonso".

Hamilton perto do título e abandono de Vettel: Veja todos os detalhes do GP de Suzuka da Fórmula 1

Felipe Massa, único brasileiro no grid da F-1, tenta manter-se na Williams em 2018 após desistir da aposentadoria anunciada no final do ano passado.