Começando pela Chape, Botafogo quer evitar novos prejuízos diante de ‘rebaixáveis’

Agência Gazeta Press

Rudy Trindade/FramePhoto/Gazeta Press
Brenner marcou dois gols do Botafogo na partida contra o Vitória
Brenner marcou dois gols do Botafogo na partida contra o Vitória

O Botafogo segue se preparando para o duelo contra a Chapecoense nesta quarta-feira (11), às 19h30 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de os catarinenses lutarem contra o rebaixamento, o fato não é motivo para tranquilidade em General Severiano, afinal de contas, receber times que brigam contra a degola não tem sido agradável para os botafoguenses.

No primeiro turno, o Avaí estava entre os últimos colocados quando, jogando fora de casa, fez 2 a 0 no time carioca. Poucos jogos depois, mesmo vencendo o São Paulo por 3 a 1 até os 30 minutos do segundo tempo, o Alvinegro permitiu a virada e caiu por 4 a 3. Na rodada passada, novo revés em casa, dessa vez diante do Vitória, que conseguiu dois gols nos últimos dois minutos e venceu por 3 a 2.

Jair Ventura cita inspirações, se emociona com história com Cuca e lembra quando foi reprovado por Tite: 'Ele arrumou um concorrente'


“Os tropeços anteriores em casa logicamente que servem para ligar o sinal de alerta. A gente não podia, por exemplo, ter perdido aqueles jogos contra o Avaí e contra o Vitória, sendo este no último minuto. Ainda levamos aquela virada do São Paulo que até agora não aceitamos. O importante é que isso sirva de lição para que o nosso trabalho seja desenvolvido de uma melhor maneira contra a Chapecoense, que também tem um time muito perigoso. Essa partida, justamente por conta de todos esses pontos perdidos, passou a ter uma importância maior para todos nós”, disse o volante Rodrigo Lindoso.

O pensamento é compartilhado pelo volante Bruno Silva.

“Vamos precisar de tranquilidade, entender que o jogo tem noventa minutos e temos esse tempo para construir o resultado e mantê-lo. Respeitamos a Chapecoense e seus jogadores, mas neste jogo a vitória é o único resultado interessante, pois não podemos perder pontos novamente como mandantes”, disse o volante, que vem cobrando dos jogadores o retorno do “espírito de Copa Libertadores”.

Para este compromisso, o Botafogo terá o retorno do lateral-direito Arnaldo, que cumpriu suspensão diante do Vitória e reaparece na vaga de Luis Ricardo. Quem fica de fora é o goleiro Gatito Fernández, servindo à seleção paraguaia nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018. Sem ele, Jefferson assume o posto. O Botafogo deverá formar com: Jefferson, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Bruno Silva e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Brenner. Nesta terça-feira, o plantel treina pela manhã e depois começa o período de concentração.