Flamengo revela planos para dois times de 'League of Legends' e anuncia seletiva nacional

ESPN.com.br
Flamengo revela oficialmente divisão de esportes eletrônicos e estratégia para a nova modalidade

Após meses de mistério, o Flamengo finalmente revelou oficialmente sua divisão de esportes eletrônicos e sua estratégia para sua nova modalidade. Em coletiva de imprensa realizada na Promo Arena, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (6), o clube anunciou a pretensão de montar dois times de League of Legends para competir em 2018 e a criação de uma seletiva nacional para a formação das escalações.

O primeiro time confirmado do clube ocupará a vaga da Merciless Gaming no Circuito Desafiante de League of Legends. SegundoDaniel Orlean, vice-presidente de marketing do Flamengo, a vaga já foi negociada e depende da homologação da Riot Games para ser concretizada. Além disso, deve contar com nomes de peso do cenário em sua escalação - o que só será anunciado durante o período de transferência oficial. Enquanto isso, o segundo time deverá ser montado como um time de base a partir de jogadores peneirados na seletiva.

A seletiva nacional do Flamengo também foi detalhada. A partir de 10 de outubro, jogadores de League of Legends poderão se inscrever em dois blocos na seletiva. O Bloco A aceitará a inscrição de jogadores a partir de 17 anos com ranking de Platina 5 ao Desafiante. Já o Bloco B aceitará inscrições de jogadores a partir de 14 anos com no mínimo level 30 (e 16 campeões) ao Ouro I. Ao todo, serão selecionados 10 jogadores, sendo cinco de cada bloco.

Flamengo eSports
Resumo de como funcionará a seletiva para os times de League of Legends do Flamengo
Resumo de como funcionará a seletiva para os times de League of Legends do Flamengo

Na coletiva, também foi informado a criação de um gaming office, um centro de treinamento para os jogadores que não será o local de moradia dos mesmos. "Acreditamos que é necessário separar a vida do treinamento pesado", explicou Orlean. O gaming office será concretizado com a ajuda de um patrocinador e terá mais informações em breve.

Além disso, o clube revelou três streamers que representarão a organização com transmissões no Twitch: o ex-jogador de League of Legends, André "Manajj" Rocha, Cabritoz e Sérvulo "Sheviii" Júnior. O Flamengo também anunciou o patrocínio do Twitch e planos de investir em outra modalidades do esporte eletrônico no futuro.

Ainda em julho, o conselho administrativo do Flamengo aprovou uma proposta que declara o esporte eletrônico como uma nova modalidade esportiva e a respectiva participação do time em eventos de esport. Na ocasião, o vice-presidente afirmou para o ESPN Esports Brasil que o objetivo do Flamengo com o novo investimento é virar uma "referência mundial" e ajudar na consolidação da modalidade no Brasil.

O Flamengo será o primeiro clube de futebol a ter um time oficialmente seu em League of Legends, mas não é o primeiro a adotar o esporte eletrônico no Brasil. Em 2015, o Santos deu o pontapé inicial na ideia e fez uma parceria com a Dexterity que permanece ativa até hoje. O Clube do Remo também investiu no League of Legends com a Remo Brave, que disputou o CBLoL em 2016, mas a parceria já foi encerrada. Outro exemplo são times como Goiás e o Atlético Paranaense, que possuem jogadores de FIFA.