Simeone diz que Diego Costa não teria voltado se não tivesse se esforçado

EFE
Getty
Diego Simeone falou sobre Diego Costa
Diego Simeone falou sobre Diego Costa

O técnico do Atlético de Madri, Diego Simeone, afirmou nesta segunda-feira que o atacante Diego Costa não teria retornado ao clube se não tivesse se esforçado para voltar.

"Costa não estaria aqui se não tivesse feito o esforço que fez para estar aqui", afirmou Simeone à rádio "Cadena Ser".


"Dos jogadores que poderíamos nos aproximar em qualidade, Diego era o indicado. Não poderíamos pagar por qualquer outro jogador melhor ou do nível dele", revelou o técnico argentino.

Apesar de comemorar o retorno do atacante brasileiro naturalizado espanhol, Simeone já fez cobranças a Diego Costa. O elogio pelo "esforço" do jogador para deixar o Chelsea veio acompanhado de um alerta para o artilheiro que agora volta ao Atlético.

"Sabemos que o esforço dele vale muito, mas as pessoas querem o Diego que se foi e para isso ele tem que trabalhar muito", disse o treinador, não escondendo que o atacante terá que batalhar para conseguir ser titular na equipe 'colchonera'.

"Dos jogadores que tive é o que mais me surpreendeu, tem faro de gol, trabalho, esforço e respeita a hierarquia. Quando estiver bem, disputará com os outros companheiros. Eles sabem que eu não tenho compromisso com ninguém", explicou Simeone.

Diego Costa poderá jogar a partir de janeiro, quando vencer a punição da Fifa que impede o Atlético de inscrever jogadores, junto com Vitolo. Ambos, no entanto, não terão lugar garantido no time.

"Costa e Vitolo terão que trabalhar para ganhar seu lugar. Os dois têm nome, mas são só os nomes. No campo, eles têm que conquistar seu espaço, como os outros", disse.