Primeiro gol de zagueiro, 'entregada', 100x Giroud e invasão: o que teve na vitória do Arsenal em Belarus

ESPN.com.br
Getty
Walcott e Giroud comemoram um dos gols do Arsenal sobre o Bate Borisov
Walcott e Giroud comemoram um dos gols do Arsenal sobre o Bate Borisov

Em visita a Belarus, o time alternativo do Arsenal não teve qualquer dificuldade para ganhar do Bate Borisov por 4 a 2, nesta quinta-feira, pela segunda rodada do grupo H da Uefa Europa League.

Com isso, a equipe comandada por Arsène Wenger continua tranquila na liderança da chave com seis pontos e quatro gols de saldo, enquanto o Estrela Vermelha está em segundo com quatro pontos após vencer na Alemanha o Colônia por 1 a 0.

Marca histórica, nova dupla de ataque e até música para Lacazette: João Castelo traz tudo sobre a vitória do Arsenal

O duelo desta quinta começou com Theo Walcott "on fire" e anotando os dois primeiros gols.


Aos nove minutos, o camisa 14 completou quase na linha do gol para o fundo das redes; aos 22, o goleiro Denis Scherbitski tentou sair jogando e "entregou" a bola nos pés de Walcott, que não perdoou.

Três minutos depois, o zagueiro Rob Holding anotou seu primeiro gol com a camisa do Arsenal após cobrança de escanteio e fez o terceiro dos Gunners.

Mirko Ivanic, no entanto, deu esperanças ao Bate Borisov aos 28 e descontou.

Na volta do intervalo, Olivier Giroud acabou com qualquer chance de a equipe bielorrussa reagir em cobrança de pênalti duvidoso. Este foi o centésimo gol do centroavante francês com a camisa gunner, o 19º na história do clube a alcançar tal marca.

Mikhail Gordeychuk voltou a descontar para o Bate, mas acabou aí.


O jogo ainda ficou marcado por uma invasão de campo por um torcedor na primeira etapa carregando uma bandeira vermelha e branca em alusão à utilizada pela República de Belarus até 1918 e após a independência da União Soviética.

Wenger admite começo difícil do Arsenal, comenta vitória e elogia Lacazette: 'Está mais forte a cada jogo'

Na próxima rodada, em 19 de outubro, o Arsenal visita o Estrela Vermelha na Sérvia, e o Bate Borisov recebe o Colônia em Belarus.