Corinthians com 79% de chance de título e rebaixamento de Atlético-MG e Fluminense menos improvável; veja as projeções do Brasileiro

ESPN.com.br
Montagem/Gazeta
Corinthians segue líder, Atlético-MG e Fluminense têm chances de rebaixamento
Corinthians segue líder, Atlético-MG e Fluminense têm chances de rebaixamento

Duas rodadas se passaram, mas muita coisa mudou no Campeonato Brasileiro até agora. Enquanto o Corinthians ascende após uma queda de rendimento no segundo turno, o Fluminense e o Atlético-MG ainda não conseguiram enxergar a vitória.

Nas últimas duas rodadas, o time de Fábio Carille, líder do campeonato com 10 pontos de vantagem, conseguiu reverter a série de quatro derrotas seguidas (contra a Chapecoense, Vitória, Atlético-GO e Santos) e vem de um triunfo sobre o Vasco, e um empate, no clássico deste domingo, contra o São Paulo.

Desta maneira, as chances de a equipe conquistar o título do Brasileiro saltaram de 64% para 79%. Conforme os números do Soccer Power Index (entenda como funciona abaixo), da ESPN, o time que está mais próximo de competir com eles é o Grêmio, que tem possibilidade de apenas 7%.

Entre os possíveis rebaixamentos, o Atlético-MG não é mais um nome tão improvável. Em má fase, o clube acaba de demitir o técnico Rogério Micale, que comandou o elenco por 13 partidas e não vencia há cinco. Em comparação às projeções de duas rodadas atrás, agora o 'Galo' tem 11% de chances de terminar o ano no Z4.

Já o Fluminense tem visto as suas chances de rebaixamento aumentarem cada vez mais. Comandada por Abel Braga, a equipe tricolor não vence desde a 21ª rodada e a possibilidade de cair, até o momento, é de 17%.

Zetti elogia escalação e postura do time do São Paulo no primeiro tempo e acredita que substituições não melhoraram time

Para fechar a rodada, Sport e Vasco se encontram na Ilha do Retiro, nesta segunda-feira. 



  • Entenda o Soccer Power Index

O Soccer Power Index (SPI) é um índice criado pela ESPN em 2009, com a proposta de analisar o futebol unindo perspectivas objetivas e subjetivas. Atualmente, a ferramenta tem ranking de 24 ligas nacionais de futebol, incluindo a Série A do Brasileiro, e ainda acompanhará a Champions League e a Liga Europa.

A metodologia dos números usa quatro fatores básicos a cada partida – que envolvem os gols marcados e finalizações – para avaliar as performances dos times, criando medições ofensivas e defensivas. Esses índices, então, permitem o cálculo das probabilidades de vitória, empate ou derrota em cada jogo.

Com essas projeções, a ferramenta simula as possibilidades para os duelos futuros e, seguidamente, a temporada milhares de vezes para determinar as chances de cada time ser campeão – ou rebaixado.