Wozniacki é campeã do WTA Premier de Tóquio pela 3ª vez; alemão e bósnio conquistam títulos inéditos

Agência EFE

EFE
Caroline Wozniacki conquistou seu primeiro título em 2017
Caroline Wozniacki conquistou seu primeiro título em 2017

A dinamarquesa Caroline Wozniacki confirmou neste domingo a escrita de conquistar um título por ano, pelo menos, ao vencer a russa Anastasia Pavlyuchenkova e se sagrar campeã pela terceira vez do WTA Premier de Tóquio.

A terceira cabeça de chave do torneio e sexta do ranking passou pela rival, atual número 23 do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6-0 e 7-5. A decisão teve uma hora e 13 minutos de duração.

Este foi o primeiro título de Wozniacki na temporada, dando sequência a série iniciada em 2008, em que a dinamarquesa levanta, ao menos, um troféu por ano.

No WTA Premier de Tóquio, a experiente tenista já havia triunfado também em 2010 e 2016.

Por causa da conquista do segundo título seguido, inclusive, a dinamarquesa não sofrerá mudança na pontuação do ranking mundial. Com isso, Wozniacki se manterá como sexta colocada, em atualização que será divulgada na segunda-feira.

Oportunidade de ouro: veja como Federer e Nadal discutiram estratégia antes de jogarem como dupla

Alemão fura qualifying e conquista primeiro título da carreira no ATP 250 de Metz

 O alemão Peter Gojowczyk, após furar o qualifying, encerrou semana memorável na carreira, ao vencer neste domingo o francês Benoit Paire, sétimo cabeça de chave, e conquistar o título do ATP 250 de Metz.

O número 95 do mundo despachou o adversário, 41º, por 2 sets a 0, com parciais de 7-5 e 6-2. A partida decisiva teve uma hora e sete minutos de duração.

Com a vitória sobre o tenista da casa, Gojowczyk deverá aparecer nesta segunda como o número 66 do ranking mundial, a melhor posição da carreira. Até hoje, seu melhor desempenho era o 79º lugar, alcançado em novembro de 2014. 

Dzumhur derrota Fognini e conquista título do ATP 250 de São Petersburgo

O bósnio Damir Dzumhur conquistou neste domingo o primeiro título da carreira ao superar o italiano Fabio Fognini, terceiro cabeça de chave, na decisão do ATP 250 de São Petersburgo, na Rússia.

Atual número 55 do ranking mundial, o tenista do Leste Europeu, que no sábado já havia batido o alemão Jan-Lennard Struff, oitavo favorito, neste domingo passou pelo 29º do mundo por 2 sets a 1, com parciais de 3-6, 6-4 e 6-2, em uma hora e 53 minutos.

Dzumhur, com o título, passará a fechar o top 40 da classificação da ATP. O melhor desempenho do bósnio até hoje foi a 55ª colocação, alcançada no início deste mês.