Lembra aquele 4 x 0? Veja o que mudou em São Paulo e Corinthians desde então

Larissa Mendes, para o ESPN.com.br

Gazeta Press
Cueva comemorando o primeiro gol do São Paulo na vitória de 4 a 0 sobre o Corinthians
Cueva comemorando o primeiro gol do São Paulo na vitória de 4 a 0 sobre o Corinthians

São Paulo e Corinthians se enfrentam às 11h (horário de Brasília) deste domingo, pela 25ª rodada do Brasileiro. O jogo acontece quase um ano depois da goleada são-paulina por 4 a 0 sobre o rival pelo Brasileiro de 2016.

Algumas situações daquela partida são muito parecidas com as deste domingo. Outras, nem tanto.

O palco é o mesmo: o Morumbi. O público tem tudo para ser igual também: em 2016, 53.780 pagantes estiveram no Cícero Pompeu de Toledo; em 2017, 50 mil ingressos já foram vendidos.

Naquela oportunidade, o clássico não representava os “extremos” da tabela como hoje: o São Paulo queria acabar com o fantasma da Série B e o Corinthians uma vaga no G-6. Melhor para o time do Morumbi, que teve Cueva comandando o clássico: gol de pênalti com cavadinha e três assistências.

  • Os times

De um lado, um São Paulo completamente diferente: do elenco atual, apenas Denis, Cueva, Rodrigo Caio e Buffarini atuaram, enquanto Renan Ribeiro, Lugano e Gilberto estiveram no banco.

Do lado do Corinthians, um time muito semelhante ao atual: Cássio; Fagner, Vilson, Balbuena, Guilherme Arana, Romero, Giovanni Augusto, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel e Camacho atuaram. Matheus Vidotto, Léo Príncipe, Pedro Henrique e Marciel estiveram no banco.

Ambos os técnicos mudaram. O time que hoje é comandado por Dorival Jr tinha Ricardo Gomes como treinador, mas já sabia que Rogério Ceni assumiria o cargo na sequência. Já no lado do Parque São Jorge, Fábio Carille fazia parte da comissão técnica, mas era auxiliar de Oswaldo de Oliveira.

  • O jogo

Assista aos gols da vitória do São Paulo sobre o Corinthians por 4 a 0!

Se atualmente quem apresenta muitas falhas na defesa é o São Paulo, naquele jogo foi o Corinthians. O primeiro gol foi de pênalti: Kelvin entrou na área, pedalou e Fagner, ao tentar tirar bola, fez a falta. Cueva bateu e marcou de cavadinha.

No segundo gol, Chavez tocou para David Neres, que passou da bola, mas contou com uma falha de Guilherme Arana e aproveitou para balançar as redes.

No terceiro, Chavez recebeu a bola no meio de dois marcadores, avançou para a entrada da área e bateu firme no canto.

O quarto e último veio de um contra-ataque com superioridade numérica: quatro jogadores do São Paulo atacando e só dois do Corinthians marcando. Cueva lançou Luiz Araújo, que bateu de primeira e marcou. Fim de goleada.

O Corinthians pouco atacou. Denis foi fazer sua primeira defesa apenas aos 35min do primeiro tempo, em chute fraco de Rodriguinho. Depois disso, as chances mais claras de gol foram uma cabeçada de Romero, para fora, após cruzamento de Uendel, ainda no primeiro tempo, e outra de Giovani Augusto, também para fora, no comecinho do segundo tempo.

Veja os palpites do 'Linha de Passe' para a 25ª rodada do Brasileiro
  • As situações

Com a vitória por 4 a 0, o São Paulo chegou aos 45 pontos, na 12ª posição, e praticamente enterrou qualquer risco de rebaixamento para a Série B de 2017. De quebra, fez com que o Corinthians ficasse fora da zona de classificação para a Libertadores, o G6, na 7ª posição.

Em circunstâncias diferentes, o time de Cueva segue tentando alcançar os 45 pontos e fugir da zona da degola. Já o Corinthians vive uma fase muita mais tranquila: lidera o campeonato com 53 pontos, dez a mais do que o Grêmio, seu perseguidor mais próximo.