Levir cita clima de ‘velório’ no Santos após eliminação: 'Perdemos tudo'

ESPN.com.br com agência Gazeta Press

Gazeta Press
Levir Culpi, o técnico do Santos
Levir Culpi, o técnico do Santos

Após a eliminação na Libertadores, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, os jogadores do Santos optaram pela ‘lei do silêncio’. Coube ao técnico Levir Culpi, que já havia dado entrevista depois da derrota para o Barcelona de Guaiaquil, se explicar novamente na reapresentação do elenco, na tarde desta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

Mesmo ainda lamentando bastante a queda na competição continental, o comandante santista acredita na reação da equipe no restante da temporada. Agora, o Peixe disputa apenas o Campeonato Brasileiro e terá pela frente o Atlético-PR, neste sábado, às 21h (de Brasília), na Vila, pela 25ª rodada.


“É velório. Saímos de cabeça baixa. Não em relação ao jogo porque não fomos inferiores. Jogamos melhor do que eles lá. Aqui o empate seria o mais normal do jogo. Não foi um fracasso. Foi uma saída precoce. Ficou injusto nesse aspecto, mas o futebol é feito de detalhes. Demos uma cabeçada na trave. A deles entrou. Fica por aí e começam a achar problemas onde não existe. O que resolve é fechar de novo e procurar o melhor. Voltar à Libertadores é o melhor que o Santos pode fazer. Vamos juntar todo mundo e quem for santista vai ajudar a gente. Vamos tentar retribuir e representar a camisa do Santos como sempre procuramos fazer”, disse Levir.

“Nesse momento vocês estão torcendo por um time que caiu da Libertadores com apenas uma derrota. Estou com uns números aqui. Saímos da Libertadores com uma derrota. Botafogo tem quatro. Grêmio duas. River e Barcelona, três. São circunstâncias. São circunstâncias da competição. Ninguém saiu por falta de vontade. Foi fatalidade do jogo e mérito do adversário. Não tenho grandeza para receber esse resultado com alegria, mas quero que saibam que os mais chateados somos nós. Perdemos dinheiro, mercado, tudo”, concluiu o treinador.

Levir vê jogadores do Santos querendo dar 'resposta' no Brasileiro após eliminação na Libertadores


E para o primeiro duelo pós-eliminação, o Santos não deve ter grandes alterações. Renato, Victor Ferraz e Lucas Lima, desfalques na quarta passada, seguem no departamento médico. Já Leandro Donizete, que foi titular, está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Sendo assim, o provável Santos neste sábado será: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Vecchio e Jean Mota; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.