Jô lamenta segundo tempo, mas diz que empate em casa foi bom

Agência Gazeta Press
Pablo pede equilíbrio, diz que concentração no Corinthians 'deu uma caída' e lamenta segundo tempo: 'Erramos muito'

O centroavante Jô não ficou satisfeito com o desempenho do Corinthians no segundo tempo do empate por 1 a 1 com o Racing-ARG, na noite desta quarta-feira, pelo duelo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Porém, para o camisa 7, que não conseguiu balançar a rede dos argentinos, o resultado não foi de todo ruim para os paulistanos.

“O 1 a 1 não é um mau resultado. Empate foi bom”, comentou o jogador, apesar do incômodo demonstrado pela falta de atenção demonstrada pelo time. Depois de abrir o placar e dominar completamente a etapa inicial, sem deixar o adversário jogar, os donos da casa voltaram com muito menos intensidade para a definição da partida, sendo punidos com o gol de Triverio.


“No segundo tempo a gente deixou de jogar, no primeiro tempo a gente fez um ótimo tempo, marcamos bem, jogamos, no segundo faltou um pouco de atenção na hora de propor o jogo. Mas tem outro jogo”, ressaltou o jogador, já de olho na disputa do jogo contra o Vasco, no domingo, mais uma vez em São Paulo, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“É ter tranquilidade, trocar a chavinha e pensar no Brasileiro”, avaliou o atleta corintiano, artilheiro do time na temporada com 19 gols marcados, mas que não anota um tento desde a vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no dia 23 de agosto.

Brasileiro à parte, o Corinthians vai para a Argentina na semana que vem precisando de uma vitória simples ou de um empate por dois gols ou mais no estádio Cilindro, em Avellaneda. Um 0 a 0 dá a vaga para o Racing, assim como vitória dos portenhos.