No retorno de Coutinho, Firmino perde pênalti, Liverpool vacila e cede empate ao Sevilla

ESPN.com.br
Com dia repleto de brasileiros brilhando e a corrida de Messi e CR7 voltando à tona, Gian Oddi fala da Champions League

No retorno de Philippe Coutinho, Liverpool e Sevilla empataram por 2 a 2 na tarde desta quarta-feira no Anfield Road. Porém, o desfecho da partida poderia ter sido diferente. Apesar de sair atrás no placar com um gol de Ben Yedder, os Reds viraram com gols de Firmino e Salah, no entanto, o brasileiro perdeu um pênalti no fim da primeira etapa e os ingleses foram castigados com o gol de empate de Correa.

Além de marcar a volta do meia brasileiro, a partida foi uma reedição da final de 2016 da Europa League, quando o Sevilla superou o Liverpool por 3 a 1 na Basiléia, Suíça, e ficou com a taça do torneio.

O 2 a 2 entre ingleses e espanhóis deixa o grupo E totalmente embolado, já que, no outro jogo do dia, o Spartak Moscou também empatou, mas por 1 a 1, com o Maribor.

Liverpool e Sevilla voltam a campo pela Champions League na terça-feira, 26 de setembro. Às 13h (de Brasília), os Reds visitam o Spartak na Rússia, mais tarde, às 15h45, os espanhóis recebem o Maribor no Ramón Sánchez Pizjuán.

  • Liverpool vira, mas Firmino perde pênalti

Aos 5 minutos, Escudero surgiu pela esquerda e colocou a bola na área, o zagueiro Lovren tentou cortar mas falhou feio, Ben Yedder, que estava na sobra completou o lance e abriu o placar na Inglaterra. 

Atrás do placar, o Liverpool aumentou a presença no campo de ataque em busca do gol de empate e conseguiu alcançar o objetivo em uma bela jogada.

Aos 20 minutos, Moreno recebeu de Wijnaldum dentro da grande área e cruzou para o meio, Firmino se antecipou ao goleiro Rico e desviou para o gol, empatando o jogo em Anfield.

Na sequência, aos 22, Emre Can dominou livre na ponta esquerda, mas finalizou à esquerda da meta espanhola para a loucura de Jurgen Klopp, que lamentou na beira do campo.

Já com 37 minutos no relógio, os Reds enfim conseguiram a virada. Salah desceu pela direita e tentou um passe para o meio, a zaga cortou, mas o egípcio recuperou a bola e bateu de perna esquerda, a bola desviou na zaga e tirou Rico da jogada. Virada do Liverpool em Anfield, 2 a 1.

Os donos da casa ainda poderiam ter levado uma vantagem maior para o intervalo, se Firmino tivesse uma pontaria melhor. Aos 42, Mané tentou limpar Mercado, mas a bola tocou na mão do defensor e o árbitro marcou pênalti para os donos da casa. O atacante brasileiro foi para a bola, mas mandou na trave e desperdiçou a chance de ampliar para os ingleses.

Klopp comenta retorno de Coutinho ao Liverpool e minimiza falta de ritmo do brasileiro

  • Sevilla castiga no segundo tempo

Na volta para a etapa final, os espanhóis processaram alterações visando melhorar o rendimento da equipe, mas uma das baixas veio justamente do banco de reservas. O técnico Eduardo Berizzo acabou expulso pelo árbitro da partida e teve que deixar o gramado.

Porém, mesmo sem o comandante em campo, o Sevilla continuou buscando o empate até conseguir. Aos 27 minutos, Correa recebeu dentro da grande área e, cara a cara com Karius, deslocou o goleiro belga, deixando tudo igual no Anfield. 

Liverpool tentou recuperar o prejuízo, mas não conseguiu e perdeu dois pontos preciosos em casa.