Neymar doa camisa a ídolo do Celtic para ajudar no combate ao câncer

ESPN.com.br
Neymar rasga elogios a Cavani e Mbappé: 'É fácil jogar com jogadores inteligentes'

Após se envolver em polêmica com o jovem zagueiro Anhtony Ralston, do Celtic, e se recusar a trocar camisa com o atleta de 18 anos ao final de Celtic 0 x 5 PSG, na última terça-feira, pela Champions League, o atacante Neymar ganhou pontos com os torcedores escoceses nesta quarta-feira. 

O atacante doou a camisa que usou na partida para a fundação do ex-atacante Kenny Dawglish, um dos maiores ídolos da história da equipe de Glasgow, que ajuda pessoas que sofrem com câncer de mama - sua esposa, Marina, teve a doença.

O uniforme será leiloado, com toda a renda sendo revertida em apoio apoio às mulheres que enfrentam câncer de mama e aos seus familiares.

De acordo com o estafe de Neymar, aliás, a doação da camisa já estava definida antes mesmo da partida acontecer.

Na goleada no Celtic Park, o camisa 10 do PSG se estranhou com Ralston, que teve a incumbência de tentar marcá-lo. 

Divulgação
A camisa de Neymar que foi doada
A camisa de Neymar que foi doada
 
Divulgação
A camisa de Neymar que foi doada
A camisa de Neymar que foi doada

Tudo começou quando o jogador do time alviverde aparentemente resolveu rir de um lance em que Neymar se joga e toma cartão amarelo do juiz por isso. O brasileiro não gostou nada, falou algumas palavras, mandou um beijinho e apontou o placar para o adversário, mostrando com as mãos que o jogo já estava 3 a 0 para o PSG.

Depois, ao final da partida, Ralston tentou fazer as pazes, mas Neymar se recusou a cumprimenta-lo e negou a tradicional troca de camisas. 

Gian aprova atuação de Neymar em estreia pelo PSG na Champions: 'O protagonismo apareceu'

Por isso, o brasileiro acabou vaiado pela torcida e foi duramente criticado por muitos jornais europeus.