Após investigação da Rio 2016, Paris promete transparência para 2024

Agência Gazeta Press
Getty Images
Paris sediará a Olimpíada de 2024
Paris sediará a Olimpíada de 2024

A recente investigação sobre esquemas de compra de votos para a escolha dos Jogos Olímpicos do Rio 2016 fez Paris 2024 se manifestar. Nesta terça-feira, os responsáveis pela organização do evento na França reiteraram a importância da transparência tanto nos próximos sete anos que antecedem a abertura quanto durante a competição.

Na sessão do Comitê Olímpico Internacional marcada para esta quarta-feira, no Peru, não haverá uma votação para a escolha das próximas sedes, apenas o anúncio oficial. A capital francesa é a única candidata após chegar a um acordo com Los Angeles, que aceitou sediar as Olimpíadas em 2028.


“Queremos destacar que desde o primeiro dia temos a responsabilidade de ser os mais transparentes possível. O objetivo desta equipe é promover os valores da Olimpíada. Pessoalmente, as Olimpíadas mudaram minha vida. Estou seguro que trará grande benefício para a França e sua população” , destacou Tony Estanguet, presidente da candidatura de Paris 2024, dono de três ouros olímpicos na canoagem slalom.

Além de reiterar os valores que pretende adotar, Tony apontou que não deveria haver preocupação quanto a um possível lobby para a escolha do local, justamente por Paris ser a única concorrente. A prefeita da Cidade Luz, Anne Hidalgo, também pontuou o objetivo de recuperar o moral do espírito olímpico, abalado por casos recentes de corrupção.

“Transparência é muito importante. Não sou uma atleta, sou uma política. Precisamos ter a confiança dos nossos cidadãos. No nosso time, a transparência tem sido forte e vai continuar a ser”, avisou Anne.