Ribéry dá chilique em vitória do Bayern, joga camisa no banco, e diretor fala que haverá conversa

ESPN.com.br

Getty
Ribéry revoltou-se ao ser substituído na partida contra o Anderlecht
Ribéry revoltou-se ao ser substituído na partida contra o Anderlecht

O Bayern de Munique até deixou para trás a derrota para o Hoffenheim no sábado, com um triunfo nesta terça-feira, pela estreia na Uefa Champions League. Isso, porém, não impediu que um novo problema ocorresse no time bávaro.

Franck Ribéry revoltou-se ao ser substituído aos 33min do segundo tempo durante a vitória por 3 a 0 sobre o Anderlecht e atirou sua camisa no banco de reservas, assim que deixou o gramado. Na sequência, o diretor esportivo Hasan Salihamidzic se aproxima do francês e conversa com ele, que mostra toda sua indignação.

Depois da partida, o dirigente comentou sobre o episódio. “Isso não pode acontecer no Bayern de Munique. Isso não é ok”, afirmou o bósnio. “Nós iremos falar sobre isso”.

O ocorrido representa apenas mais uma turbulência no atual pentacampeão alemão, que viu recentemente Robert Lewandowski pedir mais contratações impactantes do clube. O atacante foi rebatido pelo CEO, Karl-Heinz Rummenigge.

Antes disso, Thomas Müller havia reclamado publicamente do pouco tempo de jogo que vinha recebendo do técnico Carlo Ancelotti. Ídolo no clube, o atacante alemão também viu uma resposta firme de Rummenigge.

Ancelotti ironiza pergunta sobre treinar time na China: ‘É uma piada’

Em meio a este cenário, o Bayern de Munique voltará a campo no sábado, quando receberá o Mainz 05 na Allianz Arena, às 10h30 (de Brasília). A partida terá transmissão da ESPN e WatchESPN.