Del Piero se diz 'positivamente chocado' com trabalho de Zidane no Real

ESPN.com.br com Agência EFE
Getty
Alessandro Del Piero e Zinedine Zidane à época de Juventus em 2001
Alessandro Del Piero e Zinedine Zidane à época de Juventus em 2001

O ídolo italiano Alessandro del Piero elogiou nesta terça-feira o trabalho do técnico Zinedine Zidane à frente do Real Madrid, que em pouco mais de um ano e meio já rendeu dois títulos da Liga dos Campeões, um do Mundial de Clubes, um do Espanhol, dois da Supercopa Europeia e um da Supercopa da Espanha.

"Foi chocante a maneira como ele entrou no Real Madrid. É verdade que ele já estava lá há muito tempo e conhecia o ambiente, mas o trabalho de treinador é diferente e estou positivamente chocado pelo que ele já conseguiu fazer", disse Del Piero à emissora italiana Sky Sport.

Quem é maior em sua posição: Messi ou Buffon? Zé Elias e Hofman discordam em resposta

O ex-atacante, que jogou junto com Zidane de 1996 a 2001 na Juventus, revelou admirar o francês desde o tempo em que dividiram vestiário e enalteceu sua liderança. "'Zizou' era um garoto amável, brincava, falava pouco, mas sempre estava ali. Trabalhava ao máximo, deixava tudo dentro de campo", enalteceu.

O campeão mundial pela Itália em 2006 também falou sobre o atacante argentino Paulo Dybala, um dos principais nomes da Juve atualmente, e sobre as comparações com o compatriota Lionel Messi.

"O fato de que se fale disso tem que ser motivo de orgulho para Paulo. Mas agora é importante que fique claro que Dybala não é Messi. São jogadores parecidos, mas que têm caminhos diferentes pela frente", advertiu. "Alguém como Messi surge a cada 25 anos, talvez 30", acrescentou.

Campeonato Espanhol: Melhores momentos de Real Madrid 1 x 1 Levante

Ainda nesta terça, os dois argentinos se enfrentarão pela primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Del Piero espera um jogo equilibrado no Camp Nou e lembrou que os times estão bastante modificados em relação às quartas de final do ano passado, em que a Velha Senhora eliminou a equipe blaugrana.

"São duas equipes que mudaram muito. O Barcelona continua contando com o melhor do mundo (referindo-se a Messi). A Juventus mudou muito, ainda é a melhor equipe na Itália e encara a Liga de Campeões para vencê-la. Precisa ir ao Camp Nou com despreocupação", afirmou.