A conta para pagar Neymar chegando: PSG tem ingresso mais caro da Champions, chegando até a R$ 5,5 mil

ESPN.com.br

ALAIN JOCARD/AFP/GETTY
Neymar vai encher o estádio, mas não será barato
Neymar vai encher o estádio, mas não será barato

O Paris Saint-Germain foi o grande destaque da janela de transferências, gastando 222 milhões de euros (R$ 823 milhões) para tirar Neymar do Barcelona, e acertando o empréstimo com obrigação de compra de Mbappé. Agora, toda esta conta precisa ser paga.


Não é à toa que os ingressos para os jogos da equipe serão os mais caros entre todos os clubes que disputam a fase de grupos da Champions League, podendo chegar até a 1.492 euros (R$ 5,52 mil). Para o jogo da segunda rodada, contra o Bayern de Munique, o preço mínimo das entradas será de 134 euros (R$ 496,2). E já estão todos esgotados. 

O preço mínimo no Parc des Princes será, por exemplo, mais do que o dobro do valor mais caro cobrado no Anfield Road. O torcedor do Liverpool terá que desembolsar, no máximo, 59 euros (R$ 218,51) para ver seu time em um dos três primeiros jogos da competição. Existe ainda a chance de comprar uma entrada por apenas 10 euros (R$ 37,3), para lugares em que existe alguma interferência no campo de visão.

Com craques do futebol mundial, Uefa realiza companha pela igualdade e inclusão social

Entre os clubes espanhóis o ingresso mais caro não será no Camp Nou ou no Santiago Bernabéu. Em sua nova casa, o Wanda Metropolitano, o Atletico de Madri cobrará até 500 euros (R$ 1,85 mil) nesta primeira fase. Em compensação, as entradas mais baratas sairão por 60 euros (R$ 222,2), mais barato que os 73 euros (R$ 270,3) cobrados pelo Barcelona.

Confira a tabela com os menores e maiores preços cobrados pelas equipes na primeira fase da competição (em Euros):