Impecável: com direito a pneu, Stephens atropela Keys e é campeã de simples no US Open

ESPN.com.br


Confira os melhores momentos de Madison Keys 0 x 2 Sloane Stephens

Em agosto, 934ª colocada no ranking da WTA. Em setembro, campeã do US Open!

Sloane Stephens chegou ao último Grand Slam da temporada sem estar entre as candidatas ao título, mas uma vitória categórica obtida sobre Madison Keys no início da noite deste sábado, por 2 sets a 0 (6/3 e 6/0), coroou um brilhante desempenho apresentado e lhe rendeu a glória máxima em Flushing Meadows.

Este título foi o primeiro da tenista entre os quatro torneios mais importantes da temporada, mas não "só" por isso ele é histórico. A campanha de Stephens no US Open igualou marcas impressionantes da história do esporte.

A primeira, relaciona a conquista de Stephens com a inédita vitória da lenda Serena Williams em um Grand Slam, em 1999, também no US Open. Nas duas ocasiões, as tenistas nunca haviam vencido um campeonato desta magnitude antes e, além disso, perderam apenas quatro sets no torneio inteiro.

O pneu aplicado por Stephens revive algo que aconteceu há mais 40 anos. A última vez que uma mulher, na "era aberta do tênis", fez 6/0 em uma final de Grand Slam foi em 1976, quando Chris Evert superou Evonne Goolagong.

Perdendo três games durante a final inteira, Stephens igualou outra marca da final do US Open de 1976, quando Evert fez o mesmo. Kim Clijsters contra Vera Zvonareva, em 2010, também conseguiu este feito.

O alto nível apresentado pela campeã contrastou com o que foi mostrado por sua adversária. Jogando com uma faixa amarrada na coxa esquerda, por conta de um incômodo no local, Madison Keys não conseguiu repetir o desempenho que a levou à final e foi presa fácil para Stephens.

Uma estatística que ilustra a queda de rendimento de Keys está nos erros não forçados. Na semifinal, enfrentando CoCo Vandeweghe, foram nove desperdícios de pontos a partida inteira. Neste sábado, Stephens foi premiada com 30 falhas da vice-campeã.

Campeã do US Open, Sloane Stephens tem reação impagável ao receber cheque de mais de R$ 11 milhões
  • Erros de Keys abrem o caminho 

Na primeira parcial, as duas tenistas não tiveram problemas para vencer seus dois serviços iniciais. No quinto game, no entanto, apareceu o caminho da vitória de Stephens.

Já demonstrando um alto número de erros não forçados, Keys falhou em quatro dos cinco pontos disputados e permitiu que a adversária conquistasse a primeira quebra da partida.

Na sequência, a história se repetiu e Stephens confirmou o break abrindo dois games de vantagem. A esta altura Keys já havia cometido doze erros não forçados, em apenas oito games disputados. Precisando reagir para tentar evitar a perda da parcial inicial, Madison Keys melhorou em quadra e voltou a confirmar seu serviço. 

Se a rival demonstrava inconsistência, Stephens ia na contramão. Sólida desde o início, a tenista de 24 anos se manteve assim o primeiro set inteiro e não vacilou quando teve a chance de fechar a primeira parcial.

Sacando com 5/3 no placar, Keys chegou a salvar um set point, mas falhou na sequência e permitiu mais uma quebra para Sloane Stephens, que fechou em 6/3 e abriu vantagem no jogo.

  • Stephens imparável

Na frente, Sloane Stephens começou a segunda parcial ainda mais forte do que o primeiro e logo confirmou o seu saque inicial. Depois, não teve dificuldades para quebrar o serviço seguinte de Keys e disparar em direção à uma vitória acachapante.

Contando com a predominante oscilação da rival, Stephens venceu mais uma vez seu saque e, com uma dupla falta da adversária no próximo game, conquistou outro break point. 4 a 0, para Stephens.

No quinto game do set, Keys equilibrou o jogo, mas não conseguiu evitar mais uma vitória de Stephens, que ficou a uma quebra do título. Com as costas na parede, Madison Keys foi brava, lutou até o fim, salvou dois match points, mas sucumbiu perante uma impecável adversária.

Stephens, que cometeu seis erros não forçados na partida toda, mostrou um tênis irretocável, venceu o terceiro ponto do campeonato que teve e fechou o set em 6/0, sagrando-se campeã do US Open em apenas 1 hora de jogo.