Com dinheiro de 'superluta', Mayweather e McGregor podem roubar lugar de CR7 em lista de atletas mais bem pagos

ESPN.com.br
Getty
Floyd Mayweather nocauteou Conor McGregor após 10 rounds
Floyd Mayweather nocauteou Conor McGregor após 10 rounds

A ‘superluta’ do último fim de semana pode render a Floyd Mayweather e Conor McGregor um lugar entre os atletas mais ricos do mundo, ultrapassando até o astro do futebol mundial Cristiano Ronaldo, que lidera a lista. 

Com o duelo e toda a sua repercussão, o irlandês deve lucrar um valor que chega ao teto de 99,87 milhões de dólares (R$ 315 milhões). Esse montante, no entanto, ainda não conta com contratos relacionados a patrocínio e direito de imagem. 

A quantia milionária ainda não foi suficiente para que o campeão de peso-pena ficasse à frente de Mayweather. Após o confronto, o ex-pugilista fez jus ao seu apelido de 'Money' e teve ganhos estimados em 301 milhões de dólares (R$ 955 milhões), com fortes chances de tomar o topo da lista. 

Já o atacante do Real Madrid somou ‘apenas’ 93 milhões de dólares (R$ 291 milhões) em todos os seus rendimentos deste ano – muito menor ao que os lutadores ganharam em apenas uma noite.

Em 2016, durante um encontro entre os esportistas, o lutador irlandês disse ao jogador que roubaria o seu lugar na tabela da Forbes de atletas mais bem pagos do mundo, que conta com LeBron James, Roger Federer e Lewis Hamilton. A resposta do camisa 7? “Acho que não”.

Em termos de audiência, McGregor, de 28 anos de idade, tem quebrado recordes para o UFC no pay-per-view e, em pouco tempo, pode desbancar muitos nomes consagrados.